Erica Malunguinho abrirá processo após fala transfóbica de deputado do PSL

Durante sessão nesta quarta-feira (3), Douglas Garcia disse à colega que “expulsaria uma transexual do banheiro debaixo de tapa”

Erica Malunguinho: a deputada estadual Janaína Paschoal saiu em defesa da parlamentar (Alesp/Divulgação)

 A deputada estadual Erica Malunguinho (PSOL), primeira mulher transexual a ocupar uma cadeira na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), afirmou que abrirá um processo interno, junto com outros partidos, contra o deputado Douglas Garcia (PSL).

Durante sessão nesta quarta-feira (3), o parlamentar disse à colega que “expulsaria uma transexual do banheiro debaixo de tapa”.

“Se um homem que se acha mulher entrar no banheiro em que estiver minha mãe ou minha irmã, tiro o homem de lá a tapa e depois chamo a polícia”, afirmou Douglas Garcia.

Sua fala foi repreendida pela deputada Janaína Paschoal, que prestou solidariedade à parlamentar do PSOL. “A gente pode defender as ideias de uma maneira mais cautelosa, de uma forma mais cortês. Nós assumimos o compromisso, como bancada, de conversar com o colega”, afirmou.

Em publicação no Facebook, Erica defendeu que condutas como a do deputado incitam o ódio e precisam ser combatidas.

“Ao invés do deputado Douglas Garcia empregar sua inteligência e energia nas infindas questões do estado capazes de determinar a qualidade da própria existência das pessoas, ele está procurando meios de fragilizar a humanidade de pessoas que já estão em situação constante de vulnerabilidade”, escreveu.

A frase do parlamentar do PSL foi dita depois de a deputada argumentar contra o Projeto de Lei 346/2019, que “estabelece o sexo biológico como o único critério para definição do gênero de competidores em partidas esportivas oficiais no estado de São Paulo”.

Após repercussão negativa da fala, Douglas Garcia pediu a palavra e se retratou. “Eu gostaria de pedir desculpas caso as palavras que eu tenha proferido hoje tenham ofendido alguém”, afirmou.

Partidos entram com representação

Após a fala do parlamentar, partidos, como o PSOL, PT e Rede, afirmaram que entrarão com uma representação contra Douglas por quebra de decoro parlamentar.

“Discursos como o de Douglas são co-responsáveis por agressões e violências cotidianas à travestis e transsexuais. Não aceitaremos”, diz publicação da Bancada Ativista.

+ sobre o tema

Beyoncé dá aval a Kamala Harris para usar música em campanha

A vice-presidente Kamala Harris fez uma grande entrada durante sua primeira...

Com iniciativa Global Gateway, UE apoia o Brasil no combate às desigualdades no mundo

A presidência brasileira do G20 fez do combate à fome, à...

Kamala Harris diz que está ‘honrada’ com apoio de Biden e que pretende ‘merecer e ganhar’ candidatura democrata

A vice-presidente Kamala Harris disse em uma declaração neste domingo que...

para lembrar

Nordeste se levanta contra redução da maioridade

Os governadores do Nordeste divulgaram uma carta aberta ao...

Decisão que suspendeu editais para cultura negra é ‘racista’, diz Marta

Justiça Federal no Maranhão considerou que editais excluem demais...

Por que não sou convidado para as festas dos ricaços brasileiros em Nova York? – Por: Roberto Amado

Os emergentes brasileiros viraram notícia internacional. O New...

Para Mia Couto, Brasil é um tio rico, mas distante de Moçambique

Um tio rico, mas distante culturalmente. É assim que...

Biden desiste de reeleição após pressão e anuncia apoio a Kamala Harris

Após pressão de democratas, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou neste domingo (21) que não irá concorrer à reeleição, em disputa contra o...

Para cumprir os ODS, o Estado brasileiro precisa parar de matar pessoas negras

Em um período de dez anos (2012-2022), o Brasil registrou o assassinato de 445.442 pessoas negras. De acordo com o Atlas da Violência de...

Coalizão de entidades lança campanha por mais negros nos parlamentos

A Coalizão Negra por Direitos, que reúne mais de 200 entidades, dará início à campanha “Quilombo nos Parlamentos Eleições 2024”. O lançamento acontece na...
-+=