Erykah Badu pega seis meses de liberdade condicional por tirar a roupa em clipe

Enviado por / FonteDa Folha de S. Paulo

Badu se apresenta no dia 29 deste mês no Credicard Hall, em São Paulo.A cantora Erykah Badu, 39, pagou uma multa de US$ 500 e ficará seis meses em liberdade condicional por ter tirado toda a roupa para filmar um vídeo musical em Dallas, Texas, no local onde o ex-presidente John Kennedy foi assassinado, disse um representante da cidade na terça-feira.

A cantora foi acusada em abril de conduta ilegal devido à filmagem de seu vídeo do single “Window Seat”, de seu álbum mais recente, “New Amerykah Part Two (Return of the Ankh)”, na Dealey Plaza, em Dallas.

Badu acertou com promotores em Dallas, onde vive, que cumprirá liberdade condicional até 11 de fevereiro, e na semana passada pagou multa de 500 dólares, disse um porta-voz da prefeitura de Dallas.

Em “Window Seat”, Badu tira toda a roupa ao longo da canção, enquanto caminha e corre pela praça. No final do vídeo ouve-se um tiro e ela cai ao chão, nua, enquanto sangue azul esguicha de seu corpo, formando a palavra “groupthink” (pensamento de grupo).

Kennedy foi morto a tiros em novembro de 1963 quando seu comboio passava pela Dealey Plaza, no centro de Dallas.

 

+ sobre o tema

II Festival de Filmes Africanos leva produções de jovens cineastas à UFRN

O Núcleo de Antropologia Visual da UFRN promove, do...

Neymar é a estrela do pré-jogo do confronto entre Henry e Beckham

Liberado pela diretoria do Santos para participar de evento...

Oslo: O zoológico humano, um século depois

A ideia não é nova, muito pelo contrário. O...

Discurso do GOG na abertura da 2º Conferência Nacional de Cultura

"Desde a abolição da escravatura nós, negros e...

para lembrar

Herbie Hancock comemora 70 anos com disco cheio de participações especiais

Madri, 10 mai (EFE).- O pianista e músico de...

Os vencedores do 1º Prêmio Nacional Jornalista Abdias Nascimento

Na noite desta segunda-feira (7/11), ocorreu a entrega do...

Livro traz erotismo à flor da pele e contesta objetificação negra

“InCorPoros – Nuances de Libido”, feito em coautoria por...

Aniversário, por Adriana Graciano

por Adriana Graciano V amos hoje rever nosso pacto de amor...
spot_imgspot_img

Aos 105, Ogã mais velho do Brasil, que ajudou a fundar 50 terreiros só no Rio, ganha filme e exposição sobre sua vida

Luiz Angelo da Silva é vascaíno e salgueirense. No mês passado, ele esteve pela primeira vez no estádio de São Januário, em São Cristóvão,...

Mostra sobre Lélia Gonzalez vê negros e indígenas como centro da cultura nacional

As escolas de samba do Rio, os blocos afro da Bahia, as congadas de Minas Gerais, as comemorações da Semana Santa e do Natal. O que todas essas celebrações têm...
-+=