Guest Post »

Famosos dão duro para continuar na universidade

Quando se pensa em celebridades, logo vem à cabeça uma vida cheia de glamour e festas. A verdade, no entanto, é que as estrelas podem passar por situações muito mais reais do que imaginamos. O que têm em comum Richarlyson, Daniela Cicarelli, Sheila Mello, César Cielo e Doutora Havanir? São todos universitários. Saiba mais sobre a rotina dos famosos dentro da sala de aula.

Fonte: R7-
Por Luciana Sarmento

Richarlyson

Richarlyson começou a faculdade de educação física, mas agora pretende fazer vestibular para jornalismo

 

Se você já começou um curso, trancou e decidiu trocar por outro no meio do caminho, saiba que Richarlyson, atual estrela do São Paulo, também.

Ele deu início à graduação de educação física na Unip pensando em trabalhar na área depois que chegasse ao fim da carreira de jogador, mas a convocação para a seleção brasileira, no final de 2007, o impediu de continuar. Agora, o atacante quer ser jornalista.

– É uma área que eu gosto, já que tenho facilidade para me comunicar. Além disso, acredito que o ensino é essencial para aprender a falar, a se expressar diante de uma entrevista, na comunicação do dia a dia. O ensino não é importante apenas para um atleta profissional, mas sim em todos os segmentos.

 

 

Diploma de direito ajuda Paula Lima com contratos

Fonte: R7

Por Luciana Sarmento

paula_lima

Paula Lima esperou vida artística deslanchar para abandonar carreira de advocacia

Jurada do Ídolos largou carreira no tribunal para cantar com o Funk Como Le Gusta
A cantora Paula Lima chegou a cursar seis meses de publicidade na Faap (Faculdade Armando Álvares Penteado) quando percebeu não estava tão segura da sua opção e partiu para novos rumos.

Foi quando ela se viu dividida entre duas paixões: a advocacia e a música. Quem nunca se viu diante de um dilema como este? Formada em direito pelo Mackenzie, em São Paulo, ela se revezava entre o atendimento à advogados no Tribunal de Justiça e os shows do Funk Como le Gusta.

Ao ver que a carreira artística estava ganhando asas, Paula percebeu que conseguiria viver da música e fez então sua escolha. A cantora, no entanto, garante que o tempo gasto na sala de aula não foi em vão.

– Tenho os meus argumentos e entendo bem os meus contratos. Além disso, me sinto mais segura e confiante, como mulher e como negra.

 

 

Related posts