Gata do Carnaval: conheça a musa Valeska Reis, a pérola negra da escola paulistana Império de Casa Verde

Todos os sábados nas telinhas, ela encanta homens e mulheres pelas formas perfeitas e pelo sorriso no rosto. Valeska Reis, assistente de palco do programa O Melhor do Brasil (Record), é a rainha de bateria da Império de Casa Verde .

Valeska tem 26 anos e mora em São Miguel Paulista, em São Paulo. Este ano será o seu primeiro representando a Império, escola fundada em 1994.

Toda vez que a bela mulata pensa em Carnaval, logo lhe vem à cabeça a imagem do pai. Valeska conta que ele era compositor de sambas-enredos .

Valeska foi para o seu primeiro desfile quando tinha entre 14 e 15 anos. A adolescente foi acompanhada do paizão .”Na época minha mãe tinha muito medo de me deixar sozinha, na ala das crianças, por exemplo. Minha primeira vez na avenida foi na ala dos compositores ao lado do meu pai”, diz a rainha.

Desde então, ela é figura repetida no Carnaval paulistano, sempre faz questão de participar. Desde 2005 é rainha ou musa de alguma agremiação. Tanta dedicação rendeu frutos. Em 2008, Valeska foi a Rainha do Carnaval de São Paulo .

Tantos Carnavais na vida dessa rainha e tem um samba-enredo que ela nunca teve o prazer de representar… “Por incrível que pareça nunca tive a possibilidade de desfilar um tema da África. Gostaria muito!” .

Se perguntamos para ela, por que gosta de ficar em São Paulo e desfilar, ao invés de viajar no Carnaval, Valeska tem a resposta na ponta da língua: “Eu sou sambista ,eu gosto de Carnaval, gosto do desfile, da montagem, dos preparativos, não estou ali para aparecer” .

A modelo diz que a melhor época da folia, é justamente o pré-Carnaval: “É na época dos ensaios que a gente se diverte, que é mais gostoso. Enquanto ainda estão acontecendo os preparativos. O dia do desfile é quando tudo termina” .

Ela conta que por mais que o grande momento, seja realmente no dia de pisar na avenida, na hora ela ganha um grande senso de responsabilidade. “Fico preocupada para que tudo dê certo. Tudo vale nota, fico de olho na fantasia, no cabelo, na maquiagem” .

Os marmanjos que olham a bela mulata de 1, 70 m de altura, 92 cm de busto, 66 cm de cintura e 98 cm de quadril podem esquecer: Valeska diz que não desfila nua ou apenas com pintura corporal .

O R7 perguntou para Valeska qual era o maior mico que alguém poderia pagar no Carnaval. A bela acha que trocar o nome de alguém na hora dos agradecimentos é um King Kong . Só que a rainha também pode fazer feio na avenida. Para ela, nada pior do que chegar atrasada no desfile da escola, no grande dia .

Valeska é formada em produção de eventos. Chegou a fazer administração de empresas, mas acabou deixando o curso de lado .

Durante o ensaio, Valeska ajuda na produção, pede dicas, espia as fotos na câmera do fotógrafo e é valente: sobe e desce, se pendura, tudo em cima do salto altíssimo, para ela, a grande característica de uma rainha de escola de samba é o samba no pé: “por incrível que pareça, ainda tem rainha por aí que não samba nada” .

Valeska ainda brinca e diz que a rainha de bateria também precisa ter certos atributos físicos. Neste sentido, a rainha da Império é impecável .

Ela conta que aparecer nos ensaios e na comunidade também é importante. “Hoje, a rainha ser presente é muito importante, as escolas cada vez mais cobram dedicação”

Essa dedicação acaba virando amizade. É uma pessoa de dentro da própria comunidade que faz as roupas de Valeska: “é uma pessoa que me ajuda muito” .

O enredo da Império de Casa Verde no Carnaval 2012 é Na Ótica do Meu Império o Foco É Você e vão abordar um tema cascudo como a Física Ótica de forma leve e divertida Valeska virá na frente da bateria, mostrando que a sua verdadeira realeza está no samba.

Valeska2
(Foto: Eduardo Enomoto)
Valeska3
(Foto: Eduardo Enomoto)
Valeska5
(Foto: Eduardo Enomoto)
Valeska8
(Foto: Eduardo Enomoto)
Valeska10
(Foto: Eduardo Enomoto)

 

Edição: Miguel Arcanjo Prado

Produção e Reportagem: Bruna Ferreira

+ sobre o tema

Seriado ‘Subúrbia’ é lançado com promessa de ser marco para TV

Com a presença de quase todo o elenco de...

Aos 17 anos, Mahany Pery conquista o mundo da moda

A modelo Mahany Pery tem menos de um ano...

Consciência Negra: Parque memorial Quilombo dos Palmares recebe homenagem em selo

Os Correios lançam, na próxima segunda-feira (19), edição especial...

para lembrar

Cabelos curtos e cacheados

Muita gente acha que cabelo médio e curto não...

Pape Ibrahima N’diaye e a Cie Kaolack Danse de Senegal

Vencedor do concurso coreográfico Coreográfico Encounters 'Dance África Dance'...

Brasileiros fazem a diferença: Marcos Romão deixa um legado dos dois lados do Atlântico

Dias conturbados, acontecimentos trágicos que fazem difícil cair no...
spot_imgspot_img

Segundo documentário sobre Luiz Melodia disseca com precisão o coração indomado, rebelde e livre do artista

Resenha de documentário musical da 16ª edição do festival In-Edit Brasil Título: Luiz Melodia – No coração do Brasil Direção: Alessandra Dorgan Roteiro: Alessandra Dorgan, Patricia Palumbo e Joaquim Castro (com colaboração de Raul Perez) a partir...

Flávia Souza, titular do Fórum de Mulheres do Hip Hop, estreia na direção de espetáculo infantil antirracista 

Após mais de vinte anos de carreira, com diversos prêmios e monções no teatro, dança e música, a multiartista e ativista cultural, Flávia Souza estreia na...

Tony Tornado relembra a genialidade (e o gênio difícil) do amigo Tim Maia, homenageado pelo Prêmio da Música Brasileira

Na ausência do homenageado Tim Maia (1942-1998), ninguém melhor para representá-lo na festa do Prêmio da Música Brasileira — cuja edição 2024 acontece nesta quarta-feira (12),...
-+=