RIO CLARO: Seminário discute em Rio Claro os direitos humanos e igualdade racial

Fonte: Rio Claro –

 

A violência contra os jovens será debatida em Rio Claro na abertura da Semana de Consciência Negra, marcada para às 10 horas desta sexta-feira, 14. 

O Brasil é o quinto país no ranking de homicídios de jovens. Pesquisas apontam que questões de segurança se transformaram na principal preocupação destes cidadãos, sendo ainda mais atingidos os jovens do sexo masculino e negros. Este quadro será debatido em Rio Claro na abertura da Semana de Consciência Negra, marcada para às 10 horas desta sábado, 14.

O Seminário sobre Direitos Humanos e Igualdade Racial terá como palestrantes a advogada Eunice Aparecida de Jesus Prudente, coordenadora na USP do Núcleo de Apoio à Pesquisa e Estudos sobre o Negro Brasileiro e Ivair Augusto Alves dos Santos, assessor especial da Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República e autor do livro “Movimento Negro e o Estado”.

O seminário será realizado na sede da Guarda Civil Municipal de Rio Claro, Rua 12 esquina da Avenida 23, sob a coordenação do Arquivo Público e Histórico, Secretaria Municipal de Segurança e Defesa Civil e Comissão de Direitos Humanos da 4ª Subsecção da Ordem dos Advogados do Brasil/Rio Claro.

De acordo com Teresa de Arruda Campos, superintendente do Arquivo do Município, a motivação para a organização desse seminário deve-se a uma das propostas da Conferência Municipal da Igualdade Racial, realizada em abril, e que apontou a questão das abordagens policiais com relação à juventude negra como um problema a ser discutido em nossa cidade.

Os organizadores do seminário destacam que a análise de causas de mortalidade de jovens na década de 1991 a 2000 permite delinear um quadro que é, a um só tempo, complexo e preocupante, situação apresentada a partir de dados do ‘Mapa da Violência 4’, com base em números do IBGE (Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e do Ministério da Saúde. As conclusões são alarmantes: 39,9% das mortes de jovens, em 2002, se devem a homicídios que, conjugados a acidentes de trânsito e suicídios, são as principais causas de morte entre os que têm de 15 a 24 anos.

A Semana da Consciência Negra tem como tema “Zumbi dos Palmares – Raízes de Lá”, e é organizada pela Secretaria Municipal de Governo e pelo Conselho Municipal da Comunidade Negra (Conerc). O programa se estenderá até o dia 30 e terá ainda atividades culturais, missa, exposição de fotografias, roda de samba, futebol, orientações sobre saúde, capoeira e outros eventos, todos sem cobrança de ingresso.

Matéria original

+ sobre o tema

Preto e dinheiro são palavras rivais???

Por Bruno Rico Do Afro21 Precisamos aprender a reconhecer algo histórico,...

“Para branco sempre tem espaço”, diz Vovô do Ilê sobre dívida do bloco afro

Bloco passa por momento complicado, com dívidas que chegam...

para lembrar

Manoel Quirino

Por: Edson Costa Está lá nos textos produzidos...

Parceiros discutem Encontro do Ano Internacional dos Afrodescendentes

Agendado para acontecer em Salvador, nos dias 17, 18...
spot_imgspot_img

Câmara aprova projeto que torna Dia da Consciência Negra feriado nacional; texto vai à sanção

Por 286 votos a favor e 121 contrários, a Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (29) um projeto de lei que declara o dia 20 de...

Profissionais negros reinventam suas carreiras na TV e avaliam a importância da discussão racial

No Dia da Consciência Negra, o gshow conversou com artistas que compartilham a jornada que é ser um profissional preto na teledramaturgia. Entre eles, atores, atrizes e...

“Quanto mais diversos formos, melhores seremos”

Uma das mais destacadas intelectuais em atividade no país, a historiadora e antropóloga Lilia Schwarcz, docente da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas...
-+=