quinta-feira, setembro 23, 2021
InícioÁfrica e sua diásporaEntretenimentoJornada Internacional de Hip-Hop

Jornada Internacional de Hip-Hop

O 12 de novembro é celebrado como “Dia Internacional do Hip-Hop”, data em que no ano de 1973 foi fundada a Zulu Nation, primeira e considerada a mais importante organização do hip-hop mundial. Para valorizar as contribuições deste movimento para as ciências humanas e sociais, UNICAMP e UEL realizarão a Jornada internacional de Hip-Hop. Confira a programação:

12/11/2020
Mesa 1 (10:00 às 12:00) – Hip-hop global como campo de estudos
Convidadxs:
Tanya Saunders – Prof. Dra. e pesquisadora da Universidade da Flórida e autora do livro “Cuban Underground Hip Hop: Black Thoughts, Black Revolution, Black Modernity” e de diversos artigos sobre Hip-hop, gênero, sexualidade e raça.
Derek Pardue – Prof. Dr. e pesquisador de estudos brasileiros do departamento de Estudos Globais da Aarhus University e autor do livro “Ideologies of Marginality in Brazilian Hiphop”.
Jaqueline Santos – Doutora em Antropologia Social pela UNICAMP e pesquisadora do CEMI-UNICAMP.
Mediação:
Mário Medeiros – Prof. Dr. de Sociologia – UNICAMP e Diretor do AEL-UNICAMP.

Mesa 2 (18:00 às 20:00) O Hip-hop e a produção de cenas locais na América Latina e nos PALOPs
Convidadxs:
Teresa Fradique – Prof. Dra. de Antropologia Social do Instituto Politécnico de Leiria Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha, Portugal, autora do trabalho Fixar o movimento nas margens do rio: duas experiências de construção de um objecto de estudo em terreno urbano em Portugal, que aborda a produção de jovens dos PALOPs vivendo em diáspora;
Dianka Rodriguez – Diana Peláez Rodrígues, mestre em estudos culturais, Prof. Ms. e pesquisadora da IESCO-U.Central, Colômbia
Daniela Vieira dos Santos – Prof. Dra. de Sociologia da UEL.
Mediação: Omar Ribeiro Thomaz – Prof. Dr. de Antropologia Social – UNICAMP e Coordenador do CEMI-UNICAMP.

RELATED ARTICLES