Literatura infantil para incentivar a autoestima em crianças negras

A escritora Taís Espírito Santo lança o livro infantil “Ashanti: nossa pretinha” pela Editora Malê. O evento ocorre no sábado, 06/03, às 19 horas, no canal do YouTube da editora, e contará com a presença da escritora e do ilustrador do livro, Cau Luis.

A obra narra a história do nascimento de Ashanti, uma menina muito esperada e amada pelos seus familiares. Taís Espírito Santo conta que decidiu criar uma história sobre o nascimento de uma menina negra, destacando a atuação de um pai presente, carinhoso e atencioso como forma de homenagear o próprio pai, Francisco, assim como todos os pais que participam deste momento tão especial e tão surpreendente, “A família de Ashanti também é a minha, o livro é uma narrativa sobre amor e ancestralidade. É a representatividade de famílias pretas em comunhão, o que quase não vemos nos livros”.

Cau Luís é cartunista, ilustrador, escritor e professor de história na rede pública de ensino. Taís estreou na cena literária ao participar da coletânea “Olhos de azeviche: dez escritoras que estão renovando a literatura brasileira (Editora Malê) e atualmente é produtora cultural da Casa Poema, iniciativa voltada para o incentivo à leitura de poesia e do espaço cultural Josefinas Colab – de inovação social de mulheres da periferia carioca. Publicado pelo selo Malê Mirim, “Ashanti: nossa pretinha” se apresenta como um material que pode colaborar com a autoestima das crianças, para que elas se sintam amadas ao se imaginarem em uma história em que o nascimento é repleto de afeto e cuidado.

Ficha Técnica:
Título: Ashanti: nossa pretinha
Autora: Taís Espírito Santo
Ilustração: Cau Luís
Assunto: Literatura infantil
Selo: Malê Mirim
Páginas: 24
ISBN: 978-65-87746-30-2
Preço: R$42,00

+ sobre o tema

Ministério Público vai investigar atos de racismo em escola do DF

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT)...

Desigualdade ambiental em São Paulo: direito ao verde não é para todos

O novo Mapa da Desigualdade de São Paulo faz...

Nath Finanças entra para lista dos 100 afrodescendentes mais influentes do mundo

A empresária e influencer Nathalia Rodrigues de Oliveira, a...

Ministério da Igualdade Racial lidera ações do governo brasileiro no Fórum Permanente de Afrodescendentes da ONU

Ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, está na 3a sessão do...

para lembrar

“Só nos dão o osso” – releia entrevista com Ariano Suassuna

Confira conversa realizada com o autor, que morreu nesta...

A emergência de um novo olhar para a literatura afro brasileira

É sabido que a Literatura, em especial a brasileira,...

Territorialidades de Cidinha da Silva

Programa Tradução em Libras disponível. Faça sua solicitação no ato...

Literatura africana de língua portuguesa: 10 obras fundamentais

  por Sandro Brincher – Já li em alguma antologia...
spot_imgspot_img

Crianças do Complexo da Maré relatam violência policial

“Um dia deu correria durante uma festa, minha amiga caiu no chão, eu levantei ela pelo cabelo. Depois a gente riu e depois a...

Em autobiografia, Martinho da Vila relata histórias de vida e de música

"Martinho da Vila" é o título do livro autobiográfico de um dos mais versáteis artistas da cultura popular brasileira. Sambista, cantor, compositor, contador de...

“Dispositivo de Racialidade”: O trabalho imensurável de Sueli Carneiro

Sueli Carneiro é um nome que deveria dispensar apresentações. Filósofa e ativista do movimento negro — tendo cofundado o Geledés – Instituto da Mulher Negra,...
-+=