Livro ‘Mar de Histórias’ conta em relatos e retratos trajetória do Ilú Obá de Min

Lançamento no sábado (1º), na Biblioteca Mário de Andrade, tem apresentação do bloco e distribuição gratuita de livros

O livro “Mar de Histórias”, do bloco afro Ilú Obá de Min, celebra os 20 anos do grupo em um título que reúne quase 300 relatos. As mulheres e crianças, em maioria negras, que integram o conjunto contaram em texto e imagem como o bloco transformou suas vidas.

Cortejo do Ilú Obá de Min/ Natália Carneiro

O lançamento do livro acontece na Biblioteca Mário de Andrade, região central da capital paulista, no sábado (1º), às 16h. A edição é comemorativa e não será vendida, um número limitado de exemplares será distribuído gratuitamente durante o evento.

Além das integrantes do bloco, fotógrafos que acompanharam os desfiles do Ilú, ao longo dos 20 anos de apresentações, foram homenageados em um fotolivro comemorativo que também será lançado no sábado, o “Mar de Histórias – Retratos de Ilú Obá De Min”.

O trabalho de curadoria e organização das duas décadas do Ilú foi feito durante três anos por um conselho editorial de nove mulheres. Entre elas está Valerya Borges, uma das coordenadoras do grupo.

Segundo ela, foi um desafio organizar histórias tão diferentes em um único livro. Para isso, elas reuniram em texto a mesma formação que apresentam nos desfiles do carnaval paulista.

“Quando você abre o livro você vê o Ilú na avenida”, diz Valerya.

Ela explica que o bloco desfila em grupos, chamados de naipes: as cantoras, as dançarinas, as alfaias (instrumento de percussão comum no maracatu), os agogôs, os djembes (tipo de tambor originário da África ocidental), os xequerês e os pernaltas — único naipe em que homens participam.

Assim, pelos naipes, estão organizados os relatos no livro de autoria coletiva. As crianças também foram convidadas a participar, algumas desenharam o que o Ilú significa para elas. Nos desfiles, elas saem à frente de cada grupo.

Os exemplares estão restritos às unidades entregues no lançamento. Segundo Valerya, a intenção é de que o volume de relatos seja reeditado e lançado para venda.

Cortejo que homenageou Sueli Carneiro em 2023/Natália Carneiro

Tradicionalmente, os desfiles do Ilú homenageiam mulheres negras de destaque na cultura brasileira, este ano a escolhida foi a ativista e escritora Sueli Carneiro. Em 2020, antes do início da pandemia, o cortejo homenageou a compositora Lia de Itamaracá. A representação de orixás e cânticos que celebram o candomblé também são presentes nas apresentações.

LANÇAMENTO DO LIVRO ‘MAR DE HISTÓRIAS – RELATOS DE ILÚ OBÁ DE MIN’

+ sobre o tema

Edson Cardoso, o Jacaré do É o Tchan, se firma como ator dramático

O baiano, que integra o programa 'Aventuras do Didi',...

Rapper angolano Malef ganha prémio em Festival Internacional de Hip Hop

O rapper Malef ganhou o prémio de melhor artista...

Olímpiadas 2012: Serena Williams na final após vitória arrasadora

A norte-americana Serena Williams está classificada para a final...

Mostra divulga produções artísticas da periferia de São Paulo

Por: Camila Maciel São Paulo – Cantar, recitar,...

para lembrar

Mãe, a culpa é sua

Desde segunda-feira, 2, circulam pelas redes sociais alguns links,...

Grupo Mulheres do Brasil destaca importância de falar sobre racismo

O Comitê de Igualdade Racial do Grupo Mulheres do Brasil lança...

Moda escrava: mulheres são maioria em trabalho indigno na área têxtil em SP

No ano passado, 139 pessoas foram resgatadas em condições...
spot_imgspot_img

Miss é eliminada por ser mãe. Em que ano estamos?

Elas precisam ser lindas, altas e magras. Além disso, é necessário que tenham entre 17 e 27 anos, não sejam casadas e não tenham...

Por que Bob Marley é um ícone dos direitos humanos

Ao se apresentar em junho de 1980 na cidade alemã de Colônia, Bob Marley já estava abatido pela doença. Ainda assim, seu carisma fascinou...

Raízes negras, femininas e religiosas: entenda o enredo da Viradouro

Para construir o enredo campeão do carnaval do Rio de Janeiro em 2024, o carnavalesco Tarcísio Zanon, da Unidos da Viradouro, buscou inspiração em tempos...
-+=