terça-feira, outubro 26, 2021
InícioÁreas de AtuaçãoComunicaçãoMuniz Sodré assume como primeiro titular da Cátedra Otavio Frias Filho

Muniz Sodré assume como primeiro titular da Cátedra Otavio Frias Filho

A Cátedra está sediada no Instituto de Estudos Avançados (IEA) e é uma parceria da USP com o jornal Folha de S. Paulo

O professor Muniz Sodré, um dos mais importantes pesquisadores de comunicação do Brasil, assumiu, no dia 22 de setembro, o posto de primeiro titular da Cátedra Otavio Frias Filho de Estudos em Comunicação, Democracia e Diversidade, criada pela USP em parceria com o jornal Folha de S. Paulo. A Cátedra está sediada no Instituto de Estudos Avançados (IEA) e foi lançada em fevereiro deste ano, na data em que o jornal comemorou seus 100 anos de criação e faz parte das festividades do centenário da publicação.

Frias esteve à frente do jornal por 34 anos e foi o mentor do Projeto Folha, que modernizou o jornalismo brasileiro na década de 80, e faleceu em 2018, aos 61 anos, vítima de câncer.

O projeto da Cátedra prevê a criação de um centro de pesquisas e disseminação do conhecimento sobre o papel da comunicação, em especial o jornalismo, para a manutenção e o constante fortalecimento da democracia, incluindo os direitos das minorias e contra os diferentes tipos de discriminação, bem como outros fenômenos relacionados, como os novos populismos, que ameaçam o Estado democrático de direito.

Sodré coordenará o ciclo de palestras Ser Brasileiro Hoje: Diversidade e Democracia, que deverá resultar em livro com contribuições de pesquisadores selecionados.

Povo brasileiro

No início da cerimônia, transmitida on-line, o novo titular recebeu as boas-vindas do coordenador acadêmico da Cátedra, André Chaves de Melo Silva; do diretor do IEA, Guilherme Ary Plonsky; e do ex-reitor da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Naomar de Almeida Filho, que coordena a Cátedra Alfredo Bosi de Educação Básica do IEA.

Após a saudação do reitor da USP, Vahan Agopyan, e do publisher da Folha, Luiz Frias, Sodré disse considerar a parceria entre a Universidade e o jornal muito estimulante na atual conjuntura, marcada “por ataques à academia e pelo desmonte das universidades”. Para marcar o início das atividades da Cátedra, Sodré fez uma conferência sobre o povo brasileiro e as diferentes representações que recebeu ao longo do tempo.

Natural de São Gonçalo, na Bahia, Sodré se formou em Direito na Universidade Federal da Bahia (UFBA), é mestre em Sociologia da Informação e Comunicação pela Universidade Sorbonne (França) e doutor em Letras pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), onde atua como livre-docente em Comunicação e é Professor Emérito.

Com pós-doutorado também pela Sorbonne, atuou como pesquisador-colaborador na Universidade de Tampere, Finlândia. Trabalhou como jornalista em várias publicações, deixando a área em 1974 para se dedicar à carreira acadêmica. Dirigiu a TV Educativa e foi presidente da Biblioteca Nacional. Atualmente, é membro da Academia Baiana de Letras e tem atuação destacada na pesquisa sobre a cultura afro-brasileira e sua defesa e na luta contra o racismo. É autor de 45 livros, dentre eles, o recente A Sociedade Incivil: Mídia, Iliberalismo e Finanças.

Assista, a seguir, à íntegra do evento.

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!
RELATED ARTICLES