NOTA DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SOBRE O ASSASSINATO DO MENINO JUAN MORAES

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS

NOTA PÚBLICA

Sobre a confirmação do assassinato do menino Juan Moraes, no Rio de Janeiro, a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República vem a público manifestar:

1 – É inaceitável o homicídio bárbaro de uma criança em qualquer situação. A evidência do envolvimento direto de agentes públicos, que têm a obrigação de zelar pela segurança da população, torna o episódio ainda mais revoltante.

2 – Desde que foi notificada do caso, a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República vem cumprindo com o seu papel, acompanhando a investigação e oferecendo proteção à vida dos familiares de Juan. Estes permanecerão sob proteção federal enquanto houver risco à sua integridade física.

3 – O governo brasileiro não tolera esse tipo de crime contra qualquer ser humano. A situação se agrava por se tratar de uma criança que é, segundo a Constituição Federal, prioridade absoluta, que implica primazia de receber proteção e socorro em quaisquer circunstâncias.

4 – A expectativa da sociedade brasileira é que sejam tomadas todas as medidas para que os responsáveis não fiquem impunes. Nesse sentido, é fundamental que o governo do estado do Rio de Janeiro atue de forma firme e competente para identificar os responsáveis, a exemplo do que fez no afastamento do delegado que acompanhava o caso e agiu inadequadamente diante dos fatos. O governo federal acompanhará de perto os desdobramentos para garantir justiça e evitar a impunidade.

Brasília/DF, 6 de julho de 2011.

Maria do Rosário Nunes

Ministra-chefe da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e Presidenta da Conselho Nacional de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente

 

Fonte: Lista Racial

+ sobre o tema

Famílias de baixa renda podem solicitar parabólica digital gratuita

Famílias de baixa renda de 439 municípios podem solicitar...

CNDH denuncia trabalho escravo em oficinas de costura em São Paulo

Uma comitiva do Conselho Nacional de Direitos Humanos (CNDH)...

20 anos do ECA: iniquidades e violência são grandes desafios

O escritório do Fundo das Nações Unidas para a...

Senado aprova fim de revista manual a visitantes em presídios

Projeto da senadora Ana Rita (PT-ES), aprovado na CCJ,...

para lembrar

Obrigado, Feliciano!

por  Eduardo d´Albergaria Há pelo menos 3 décadas, o fundamentalismo religioso...

Prisões de ativistas ferem cláusula pétrea do Estado de Direito, por Marcelo Cerqueira

“Mais respeito à democracia” Um dos grandes defensores das liberdades...

Bagatela conta histórias de mulheres presas por pequenos furtos

No documentário Bagatela de Clara Ramos, são conhecidas as histórias...
spot_imgspot_img

Debate na ONU sobre a nova declaração de direitos da população afrodescendente conta com a presença de Geledés

Geledés - Instituto da Mulher Negra esteve presente na sede das Nações Unidas em Genebra, na Suíça, durante os dias 8 e 9 de...

Google celebra James Baldwin, escritor e ativista dos direitos civis

O Google está prestando uma homenagem a James Baldwin, renomado escritor e ativista dos direitos civis americanos, conhecido por suas obras literárias que abordam temas...

Caixa paga novo Bolsa Família a beneficiários com NIS de final 4

A Caixa Econômica Federal paga nesta terça-feira (23) a parcela de janeiro do novo Bolsa Família aos beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS)...
-+=