Guest Post »

Olhos Que Condenam vence como Melhor Série Limitada no Critics’ Choice: “Obrigada por finalmente nos deixar subir no palco”

A série da Netflix é baseada em fatos reais e Ava Duvernay fez um discurso emocionante

No Exitoína

A série é baseada em um caso real (Foto: Atsushi Nishijima/Netflix)

Olhos Que Condenam supera Chernobyl e vence a categoria Melhor Série Limitada neste domingo (12), no Critic’s Choice Awards.

A produção foi considerada a esnobada no circuito de premiações, que ainda não havia levado nenhuma estatueta. A diretora agradeceu a Netflix por permitirem uma mulher contar essa história. “Obrigada a associação de criticos por finalmente nos deixar subir no palco”, disse a diretora Ava Duvernay.

“A série começou com um tweet do Raymond Santana, e agora ele, Antron, Kevin, Yusef e o Korey Wise, representam algo maior do que eles jamais imaginaram. Eles brilham com um brilho incrível, que jamais vimos antes”, ela contou. “Se vicês assistiram a história deles e sentiram alguma coisa, eu queria que vocês considerassem agirem”, completou.

Ava continuou falando da brutalidade contra jovens negros nos Estados Unidos. “As pessoas inocentes estão por trás de barras, enquanto criminosos andam livrimente e ganham poder”, ela finalizou.

O ator Jharrel Jerome voltou a subir ao palco nesta noite para receber o prêmio de Melhor Ator em Série Limitada ou Filme para Televisão, por seu trabalho na produção ao interpretar o jovem Korey Wise. Jerome já havia feito história ao vencer o Emmy e se tornar o primeiro afro-latino premiado na mesma categoria.

A minissérie que retrata o caso de cinco garotos negros que foram injustamente acusados e encarcerados por, supostamente, terem estuprado e deixado uma mulher à beira da morte no Central Park, em Nova York, em 1989.

Related posts