Pela primeira vez uma mulher ganha o Oscar de melhor direção

Enviado por / FonteDo G1

A cineasta Kathryn Bigelow, responsável por “Guerra ao Terror”, fez história ao vencer na noite deste domingo (7) o Oscar de Melhor Direção, conferido pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood.

Bigelow, a primeira mulher a conquistar o Oscar de Melhor Direção, sempre foi considerada uma das favoritas à estatueta, ao lado de seu ex-marido James Cameron, diretor de “Avatar”.

O filme dirigido por Bigelow, “Guerra ao Terror”, venceu o prêmio máximo da categoria.

Também concorriam na categoria Quentin Tarantino, por “Bastardos Inglórios”, Lee Daniels, por “Preciosa – Uma História de Esperança”, e Jason Reitman, por “Amor Sem Escalas”.

A ex-mulher de James Cameron conseguiu com “Guerra ao Terror” seu maior sucesso artístico, o que não se repetiu no lado comercial, já que outros trabalhos como “Caçadores de Emoção” (1991), com Keanu Reeves e Patrick Swayze, tiveram uma arrecadação muito maior que os US$ 13 milhões que seu filme mais recente abocanhou até agora em território americano.

Na disputa direta com o ex-marido, Bigelow já vinha levando a melhor, com as estatuetas de Melhor Direção da Academia de Cinema e Televisão britânica (Bafta), dos Sindicatos de Produtores e Diretores dos EUA e do Critic’s Choice, a maior associação americana de críticos.

Além disso, conquistou o prêmio das associações de críticos de Austin, Boston, Chicago, Nova York, Kansas City, Las Vegas, Los Angeles, San Francisco e Santa Bárbara.

 

+ sobre o tema

Adriana Bombom confirma contratação pela RedeTV!

A ex-A Fazenda Adriana Bombom foi mesmo contratada pela...

Emicida estreia série documental “O Enigma da Energia Escura”, no GNT

Tudo o que a gente conhece – da filosofia...

Maquiagem em pele negra, dizem, que é limitada a gama de variações?

Maquiagem em pele negra, dizem, que é limitada a...

Diretor de ‘Corra!’ pode produzir sequência para o filme

Produtor do longa-metragem ganhador do Oscar falou sobre os...

para lembrar

Após xingar treinador, Anelka é dispensado da seleção francesa

Nicolas Anelka está fora da Copa do Mundo. Neste...

A força do tambor feminino

O bloco de carnaval formado por 250 mulheres para...

A ABL não merece Conceição Evaristo

Em julho deste ano, Conceição Evaristo, 71 anos, cruzava...

“Deusa da melanina”: senegalesa conquista a internet

Dona de uma cor impressionante, a modelo Khoudia Diop...
spot_imgspot_img

Segundo documentário sobre Luiz Melodia disseca com precisão o coração indomado, rebelde e livre do artista

Resenha de documentário musical da 16ª edição do festival In-Edit Brasil Título: Luiz Melodia – No coração do Brasil Direção: Alessandra Dorgan Roteiro: Alessandra Dorgan, Patricia Palumbo e Joaquim Castro (com colaboração de Raul Perez) a partir...

Tony Tornado relembra a genialidade (e o gênio difícil) do amigo Tim Maia, homenageado pelo Prêmio da Música Brasileira

Na ausência do homenageado Tim Maia (1942-1998), ninguém melhor para representá-lo na festa do Prêmio da Música Brasileira — cuja edição 2024 acontece nesta quarta-feira (12),...

Violência contra territórios negros é tema de seminário com movimentos sociais em Salvador

Diante da escalada de violência que atinge comunidades negras e empobrecidas da capital e no interior da Bahia, movimentos sociais, entidades e territórios populares...
-+=