Pelourinho recebe Festival de Afoxés em homenagem a mulher negra

Um desfile de cores e ritmos marcou a noite da última quinta-feira (19/07), no Largo Quincas Berro D’Água. Afoxés e um bloco afro prestaram homenagens às mulheres negras, ao som dos atabaques e agogôs. A iniciativa é do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI), órgão da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), que busca valorizar ações que reforcem a diversidade cultural nos largos e ruas do Centro Histórico.

O Festival lembra o Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha, a ser comemorado no dia 25/07. Ao subirem ao palco, as cantoras dos afoxés reverenciaram Oxóssi, orixá que representa a quinta-feira. Canções como “É D’Oxum”, “Na Beira do Mar” e “Motumbá” estiveram no repertório.

“No mês de julho, homenageamos as mulheres negras, através do Projeto Mulher Negra: Símbolo de Superação e Resistência. Tenho orgulho em dizer que as mulheres ocupam a presidência de seis afoxés e isso já é um passo à frente. Queremos que haja essa paridade com os homens e estamos a cada dia mais conquistando o nosso espaço”, explica a produtora do encontro e presidente do Afoxé Kambalagwanze, Iracema Neves.

Participaram do encontro quatro afoxés e o bloco afro Ginga do Negro. “É uma imensa alegria ver essa união de energia para homenagear as mulheres negras. O Pelourinho é o local ideal para chamar a atenção em eventos como esse”, explica a aposentada Maria de Lurdes Estrela, 75 anos, uma das fundadoras do afoxé Filhas de Gandhy.

O Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI) apoia iniciativas que enaltecem o papel da mulher negra na sociedade, disponibilizando seus espaços para uma programação rica em conteúdo e que passem mensagens de autoestima a todas estas mulheres.

 

 

Fonte: Vermelho

+ sobre o tema

“Meninas dão de quatro”, diz jornal em manchete sobre vitória da seleção feminina

“Meninas dão de quatro”, esse era o título da...

Trauma e superação da violência doméstica

É impossível dizer o que ocorre no segundo do...

Mulheres têm rendimento 21% inferior ao dos homens, mostra pesquisa

Levantamento do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos...

Sou Trepadeira, Gozar Não é Privilégio Masculino

Assim como o RACISTA se justifica dizendo: ”eu peço...

para lembrar

Primeiro casamento gay de SP é realizado em Itaquera

O primeiro casamento civil gay da cidade de São...

Obra Naif: Homenagem a Marielle Franco

Obra Naif: Homenagem a Marielle Franco  

25 de julho Dia da Mulher Negra da América Latina e do Caribe

Saiba sobre a programação com a coordenadora do evento,...

“Por favor, me dá um beijo”: Formas de sentir vergonha alheia no Carnaval

Detesto sentir vergonha alheia. por Leonardo Sakamoto no Blog Aquela vontade...
spot_imgspot_img

O mapa da LGBTfobia em São Paulo

970%: este foi o aumento da violência contra pessoas LGBTQIA+ na cidade de São Paulo entre 2015 e 2023, segundo os registros dos serviços de saúde. Trata-se de...

Grupos LGBT do Peru criticam decreto que classifica transexualidade como doença

A comunidade LGBTQIA+ no Peru criticou um decreto do Ministério da Saúde do país sul-americano que qualifica a transexualidade e outras categorias de identidade de gênero...

TSE realiza primeira sessão na história com duas ministras negras

O TSE realizou nesta quinta (9) a primeira sessão de sua história com participação de duas ministras negras e a quarta com mais ministras...
-+=