Pesquisa mostra crescimento no número de empreendedores negros no país

Entre 2001 e 2011, quantidade de afrodescendentes donos de negócios cresceu 29%

Quase a metade das micro e pequenas empresas brasileiras são comandadas por empreendedores negros, segundo levantamento realizado pelo Sebrae, com base nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD). De 2001 a 2011, a quantidade de empreendedores negros cresceu 29% (entre os que se declaram brancos, o crescimento foi de 1%), elevando a participação dos negros de 43% para 49% no segmento das micro e pequenas empresas, aquelas que faturam até R$ 3,6 milhões por ano.

Além de empreenderem em maior número que no passado, os empreendedores afrodescendentes também apresentaram aumento de escolaridade, segundo apontou o estudo realizado pelo Sebrae. Apesar de ainda possuírem menos tempo de estudo do que os brancos, o nível escolar dos negros teve um crescimento de 41% nos 10 anos analisados, enquanto que entre os brancos o aumento foi de 17%. Entre a totalidade dos empreendedores afrodescendentes – 71% representados pelo público masculino -, a escolaridade passou de 4,4 anos de estudo para 6,2 anos na década.

Faturamento

A defasagem do faturamento médio dos donos de negócio negros e brancos ainda é grande, mas em uma década o rendimento dos empreendimentos comandados por afrodescendentes cresceu 70%, ante 37% dos demais. Entre 2001 e 2011, o rendimento médio real desses negócios passou de R$ 612 para R$ 1.039 por mês, enquanto no grupo dos empresários brancos a expansão foi de R$ 1.477 para R$ 2.019 mensais.

A maior concentração dos negros donos de negócios está na região Nordeste. Somente na Bahia estão 12% do total do país. O Comércio e a Agricultura são os setores que mais têm proprietários de empresas que se declaram negros, ambos com 23% de participação. Os demais se distribuem entre os setores de Serviços (21%), Construção (19%) e Indústria (10%).

 

Fonte: Zero Hora 

+ sobre o tema

Veto na Lei de Imigração aumenta a criminalização de indígenas

Temer retirou da lei o reconhecimento do direito à...

Rede Marisa é autuada por trabalho irregular

Fonte: CLAUDIA ROLLI, FÁTIMA FERNANDES   Fiscais encontram bolivianos...

‘É uma fábrica de tortura, que produz violência e cria monstros’, diz padre que visitou presídio em Manaus

Pessoas feridas, celas superlotadas e uma alimentação precária. Essas...

MPF recomenda que Big Brother Brasil respeite direitos humanos (UI)

(Última Instância) O MPF (Ministério Público Federal) enviou à...

para lembrar

Imagens flagram médico lendo jornal enquanto paciente espera em UPA carioca

Com um celular paciente denuncia médico que negou...

Nova ferramenta fortalece a valorização das ONGs no Brasil

Já faz muito tempo que as entidades sem fins lucrativos vêm...

Como é a vida das presas brasileiras?

A 5ª maior população carcerária feminina do mundo entre...
spot_imgspot_img

Raça e gênero são abordados em documentos da Conferência de Bonn

A participação de Geledés - Instituto da Mulher Negra na Conferência de Bonn de 2024 (SB 60), que se encerrou na última quinta-feira 13,...

NOTA PÚBLICA | Em repúdio ao PL 1904/24, ao equiparar aborto a homicídio

A Comissão de Defesa dos Direitos Humanos Dom Paulo Evaristo Arns – Comissão Arns vem a público manifestar a sua profunda indignação com a...

Nota pública do CONANDA contrária ao Projeto de Lei 1904/2024

O Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente – CONANDA, instância máxima de formulação, deliberação e controle das polícas públicas para a...
-+=