Preso estuprador que usava site de vendas para atrair suas vítimas

A Polícia Civil do Distrito Federal confirmou a prisão de um homem acusado de ser um estuprador em série que agia no bairro Gama. As autoridades afirmaram que pelo menos três vítimas reconheceram o homem de 25 anos, que usava o site de vendas OLX para oferecer trabalhos para mulheres interessadas em atuar como faxineiras ou recepcionistas em eventos pontuais em uma chácara.

no Ondda

Interessadas nos trabalhos, as vítimas eram levadas pelo próprio agressor a uma zona rural sem que estranhassem. Quando chegavam ao local, no entanto, eram ameaçadas, agredidas e obrigadas a ter relações sexuais com o homem, que depois as embebedava com o objetivo de enfraquecer a versão de estupro das vítimas.

Em uma das vezes que levou uma vítima ao local em que praticava os crimes, ele teria esquecido a garrafa de vinho, furtado o telefone dela e a amarrado para que não buscasse ajuda. Os dois entraram em luta corporal e ele tentou estrangular a mulher, que se defendeu com uma pedra.

Leonildo Barboza Lima já tinha passagem e estava em liberdade condicional por ter cometido o mesmo crime com uma mulher em Águas de Lindoia (GO) há quatro anos. Na delegacia, ele confirmou os estupros.

Agora, a polícia civil pede que a foto do acusado seja divulgada para que outras possíveis vítimas possam reconhecê-lo. As informações podem ser passadas pelos telefones (61) 3207.7773, ou 7776, 7805.

+ sobre o tema

OAB: Estado deve ser punido por mortes em presídios

Diante da situação no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, no...

Racismo institucional estrutura sistema de segurança pública

Por Bruna Romão   Na segurança pública, racismo é observado em...

Trazendo à luz

Campanha realizada pela ONG Criola, em parceria com uma...

para lembrar

Nota de pesar: Jane Beatriz Silva Nunes

GELEDÉS-Instituto da Mulher Negra, vem manifestar seu pesar pela...

Consciência Negra e Polícia Militar: Desafios e perspectivas

No mês da Consciência Negra, estarei presente, nestas rodas...

“Parecia um capitão do mato”, diz jovem sobre policial racista

O PSTU entrevistou Maurício, jovem negro estudante da USP...

Antirracismo no Brasil: uma tarefa inadiável às pessoas brancas

“O colonialismo é uma ferida que nunca foi tratada. Uma...
spot_imgspot_img

Na França, esquerda unida mostra que é possível barrar a extrema direita

Mais uma vez a democracia francesa deu um chega pra lá na extrema direita, repetindo o que já fez em outras eleições. Uma coisa...

A saída contra a extrema direita é negra

A campanha fria e sonolenta de Joe Biden fez os democratas buscarem alternativas e a pressão para que ele abandone a corrida eleitoral está...

Mbappé, a extrema direita e a pergunta: quem tem direito de ser francês?

Quando Mbappé concedeu uma coletiva de imprensa, há poucos dias, um repórter pegou o microfone para fazer uma pergunta ao craque da seleção francesa....
-+=