Primeiro ator negro a protagonizar ‘Os miseráveis’ na Broadway morre ao cair de escada

Aos 21 anos, Kyle Jean-Baptiste foi também o mais jovem a viver Jean Valjean; ele era suplente do iraniano Ramin Karimloo

Do O Globo

O ator Kyle Jean-Baptiste, de apenas 21 anos, morreu após cair de uma escada de incêndio na casa de sua mãe, na noite desta sexta-feira. Em cartaz no musical “Os miseráveis”, Jean-Baptiste entrou na história da Broadway, no início deste mês, por ser o primeiro afro-americano e o ator mais jovem a interpretar o protagonista Jean Valjean — ele era suplente do iraniano naturalizado canadense Ramin Karimloo.

“Toda a família de ‘Os miseráveis’ está em choque e devastada com a repentina e trágica perda de Kyle, um um jovem talento notável e tremenda pessoa, que fez magia – e história – em sua estréia na Broadway. Enviamos nossas profundas condolências à família e pedimos privacidade neste momento tão difícil”, disse a companhia em comunicado enviado ao site “BroadwayWorld.com“, que informou a morte do ator.

“Perdemos um grande talento. Hoje, perdi um amigo. Tão promissor e um espírito maravilhoso. Ele veio e conquistou. Descanse em paz, irmão”, tuitou Karimloo ao saber da trágica notícia.

Nas redes sociais, Jean-Baptiste sempre publicava mensagens positivas sobre suas recentes conquistas. “Hoje eu farei o papel dos meus sonhos. Sem palavras. Vou lembrar desta noite”, disse o ator na noite em que estreou como Valjean. Quando não precisava substituir Karimloo, ele revezava entre os personagens Constable e Courfeyrac.

Não foram divulgados outros detalhes sobre o incidente que causou a morte do ator.

 

+ sobre o tema

Estreia: Protegendo o Inimigo estrelado por Denzel Washington e Ryan Reynolds

Estreia: Protegendo o Inimigo estrelado por Denzel Washington e...

Um dia de Luta na Morada Eterna dos Ancestrais

Fonte: Lista Racial - Por: Reginaldo Bispo Na eternidade, morada dos...

Governo de SP reconhece que roça tradicional quilombola mantém a floresta em pé

Reestruturação de órgãos ambientais paulistas, porém, torna incerta a...

para lembrar

Estilista baiana Goya Lopes aposta em mercado virtual

No ano em que comemora os seus 30 anos...

Peça retrata universo mítico africano em Salvador

Primeiro infanto-juvenil do Bando de Teatro Olodum, a...

Miss Brasil 2016 fala do medo de participar do concurso por ser negra

Raissa Santana lembrou da expectativa de quando participou da...
spot_imgspot_img

Tony Tornado relembra a genialidade (e o gênio difícil) do amigo Tim Maia, homenageado pelo Prêmio da Música Brasileira

Na ausência do homenageado Tim Maia (1942-1998), ninguém melhor para representá-lo na festa do Prêmio da Música Brasileira — cuja edição 2024 acontece nesta quarta-feira (12),...

Flávia Souza, titular do Fórum de Mulheres do Hip Hop, estreia na direção de espetáculo infantil antirracista 

Após mais de vinte anos de carreira, com diversos prêmios e monções no teatro, dança e música, a multiartista e ativista cultural, Flávia Souza estreia na...

Segundo documentário sobre Luiz Melodia disseca com precisão o coração indomado, rebelde e livre do artista

Resenha de documentário musical da 16ª edição do festival In-Edit Brasil Título: Luiz Melodia – No coração do Brasil Direção: Alessandra Dorgan Roteiro: Alessandra Dorgan, Patricia Palumbo e Joaquim Castro (com colaboração de Raul Perez) a partir...
-+=