Rilza Valentim: primeira mulher negra prefeita da cidade de São Francisco do Conde

A prefeita Rilza Valentim de Almeida Pena tem 50 anos, é natural de São Francisco do Conde, uma das mais jovens e preparadas lideranças da nova safra de políticos baianos. Após exercer mandato de vereadora, ela tem dado lições de administração voltadas para a população mais necessitada com forte ênfase na questão afro-descendente.

“FUI A ÚNICA NA BAHIA QUE RECEBI UM SELO PELA PRIMAZIA EM AÇÕES AFIRMATIVAS. SÃO FRANCISCO DO CONDE É UM MUNICÍPIO COM MAIS DE 90% DA POPULAÇÃO NEGRA, SIGNIFICA DIZER QUE TODO GRANDE PROJETO QUE EU FAÇO É PARA BENEFICIAR A POPULAÇÃO, A POPULAÇÃO NEGRA OU A PRÓPRIA CIDADE”
Quando concorreu a prefeitura pela primeira vez, Rilza teve que enfrentar o machismo, o racismo e o coronelismo em uma campanha eleitoral em que poucos do mundo político de sua região acreditavam em sua sobrevivência. Deu a volta por cima e se tornou a primeira mulher negra prefeita da cidade de São Francisco do Conde, BA.

Rilza Valentim (PT) agora reeleita prefeita continuará no cargo por mais quatro anos. A candidata obteve vantagem durante toda a apuração. Ela deve continuar prefeita de uma das cidades com o maior PIB da América Latina, graças aos royalties do petróleo.

Fonte: Negros e negras cristãos

+ sobre o tema

para lembrar

Ana Paula Xongani estreia no GNT e se torna primeira brasileira com dreads em campanha de cabelos

A influenciadora digital fez os dreads durante uma viagem...

Precisamos reconhecer nossa palmitagem

Muito se tem discutido sobre a solidão da mulher...

Morre em Salvador a líder religiosa Makota Valdina

A educadora, líder religiosa e militante da causa negra,...

Um dia histórico para o Movimento das Mulheres

Ontem foi um dia histórico para o Movimento de...
spot_imgspot_img

“Dispositivo de Racialidade”: O trabalho imensurável de Sueli Carneiro

Sueli Carneiro é um nome que deveria dispensar apresentações. Filósofa e ativista do movimento negro — tendo cofundado o Geledés – Instituto da Mulher Negra,...

Comida mofada e banana de presente: diretora de escola denuncia caso de racismo após colegas pedirem saída dela sem justificativa em MG

Gladys Roberta Silva Evangelista alega ter sido vítima de racismo na escola municipal onde atua como diretora, em Uberaba. Segundo a servidora, ela está...

Uma mulher negra pode desistir?

Quando recebi o convite para escrever esta coluna em alusão ao Dia Internacional da Mulher, me veio à mente a série de reportagens "Eu Desisto",...
-+=