Roda de Conversa: Políticas Afirmativas para a Cultura

Enviado por / FonteEnviado ao Portal Geledés

Projeto InterPRETAtivas vai debater políticas afirmativas no setor cultural

O projeto “InterPRETAtivas: políticas afirmativas para cultura”, contemplado pelo Edital MT Nascentes da SECEL-MT (Lei Aldir Blanc), abordará a importância das políticas afirmativas para promover a equidade de acesso aos bens culturais, tanto para trabalhadores do segmento, como também para o público-alvo. A iniciativa pretende contemplar as pessoas e profissionais que compõem a cadeia cultural: de técnicos e formuladores das políticas públicas, aos gestores, produtores, artistas, agentes culturais de base comunitária.

O encontro presencial acontece no dia 13 de outubro, quarta-feira, às 19h no Centro Cultural Casa das Pretas, com endereço na Rua Pedro Celestino nº 25 – em frente à praça da mandioca no centro histórico de Cuiabá-MT. Na ocasião o tema em debate na Roda de Conversa será “Políticas Afirmativas para Cultura”, esperando contar com a presença da comunidade e do poder público através de representantes do estado e município. Todas as atividades do projeto são gratuitas, com vagas limitadas. As inscrições podem ser realizadas pelo link: https://www.sympla.com.br/politicas-afirmativas-para-cultura__1373760

A pandemia do coronavírus tem maior impacto nos negócios liderados por profissionais negras e negres, segundo pesquisa realizada pelo SEBRAE/FGV (2020). Mesmo assim, diante da crise existem diversas estratégias para fortalecer o empreendedorismo de profissionais negras/es, uma delas é o fomento por meio do acesso às políticas públicas. 

“É papel do poder público diminuir as desigualdades estruturais que estão calcadas no racismo, fator que até hoje dificulta a ascensão profissional de negras/es em diversos setores, inclusive, o da cultura.”, afirma Jackeline Silva, afroprodutora e proponente do projeto.

Jackeline Silva (Foto: Arquivo Pessoal)

O acesso, a democratização e a descentralização são fundamentais para garantir o direito humano à cultura, especialmente, por 54% da população mato-grossense formada majoritariamente por pessoas negras, que ainda estão sub-representadas no setor cultural. “Por isso, é necessário ampliar essa participação de afrodescendentes como indutores da economia da cultura, gerando impacto social e econômico para as suas comunidades.”, argumenta Jackeline Silva.

As demais atividades do projeto “Interpretativas” de caráter formativo, vão acontecer de forma on-line, com apoio de profissionais experientes e especialistas. As inscrições podem ser feitas através do sympla e estarão disponíveis em breve. Os próximos temas são:

1. Políticas Afirmativas no setor Cultural (presencial 13/10 vagas limitadas) 

2. Elaboração e Gestão de Projetos (on-line) 

3. Elaboração de portfólio na área cultural (on-line) 

4. Produzindo festivais de cultura negra (on-line) 

5. Pautas Negras importam? Comunicação e divulgação de projetos da cultura afro (on-line) 

REALIZAÇÃO: Iaiá Produções e Projetos; Lei Aldir Blanc MT; Secretaria de Estado de Cultura de Mato Grosso (SECEL-MT). 

PARCERIA: Instituto de Mulheres Negras de Mato Grosso – IMUNE MT e Centro Cultural Casa das Pretas.

Serviço

Roda De Conversa: Políticas Afirmativas Para A Cultura

Dia 13 de outubro, às 19h 

Centro Cultural Casa das Pretas (Rua Pedro Celestino nº 25, Centro, Cuiabá-MT)

Inscrições gratuitas, com vagas limitadas pelo link: https://www.sympla.com.br/politicas-afirmativas-para-cultura__1373760 

** ESTE ARTIGO É DE AUTORIA DE COLABORADORES OU ARTICULISTAS DO PORTAL GELEDÉS E NÃO REPRESENTA IDEIAS OU OPINIÕES DO VEÍCULO. PORTAL GELEDÉS OFERECE ESPAÇO PARA VOZES DIVERSAS DA ESFERA PÚBLICA, GARANTINDO ASSIM A PLURALIDADE DO DEBATE NA SOCIEDADE.

+ sobre o tema

Álbum solo “Boogie Naipe” do Mano Brown é indicado ao Grammy Latino

Após anos de muita expectativa, o álbum de estreia...

Conheça Filhas do Pó, primeiro filme de uma cineasta negra distribuído nos Estados Unidos

Se Filhas do Pó fosse uma grande produção hollywoodiana,...

Conheça os nomes que deverão causar na cena musical em 2018

Entre IZA e Karol Conka, veja cinco artistas que...

Kendrick Lamar coloca soldados para marchar contra o racismo no Grammy 2018

Kendrick Lamar foi um dos grandes destaques da noite...

para lembrar

spot_imgspot_img

Por que Bob Marley é um ícone dos direitos humanos

Ao se apresentar em junho de 1980 na cidade alemã de Colônia, Bob Marley já estava abatido pela doença. Ainda assim, seu carisma fascinou...

‘Ah, se não Fosse o Ilê Aiyê’: bloco afro mais antigo do país celebra 50 anos de resistência e pioneirismo

Se o bloco afro mais antigo do país enfrentou resistência ao desfilar pelo circuito de Carnaval de Salvador (BA) pela primeira vez, em 1975,...

Camisa Verde e Branco abre hoje desfile do grupo especial em SP

A escola de Samba Camisa Verde e Branco abre hoje (9), às 23h15, a primeira noite de desfiles das escolas de samba do Grupo Especial...
-+=