Sem mandato: Artur, Tasso, Heráclito, Mão Santa e Maciel

Incomodado com derrotas no Congresso, o presidente Lula desde o início da campanha da candidata Dilma gritou aos quatro cantos que tinha como objetivo, além de eleger a pupila, tirar do caminho aqueles que poderiam atrapalhá-la num possível futuro governo.

Dito e feito.

Tidas com estrelas da oposição Artur Virgílio (PSDB-AM), Tasso Jereissatti (PSDB-CE), Heráclito Fortes (DEM-PI), Mão Santa (PSC-PI) e Marco Maciel (DEM-PE) foram derrotados nas urnas por integrantes do governo com a ajuda de Lula.

Todos os cinco não retornarão ao Congresso no próximo ano.

Contra Virgílio pesou, entre outros fatores, as imagens usadas pelos adversários em que ele diz que iria dar uma surra no presidente, que tem uma avaliação positiva acima dos 80% na região.

Tasso não suportou o rompimento com os irmãos Cid e Ciro Gomes e viu os adversário Eunício (PMDB) e Pimentel (PT), que inúmeras vezes trocaram farpas nas eleições, vencerem.

Heráclito Fortes por sua vez ficou com apenas a quarta colocação no Piauí, arrastando com ele o senador Mão Santa que ficou em terceiro.

Os vitoriosos Wellington Dias (PT) e Ciro Nogueira (PP) vão fortalecer uma possível base aliada de Dilma no Senado.

O discreto Marco Maciel também não teve fôlego e ficou no meio do caminho. Ele registrou nas urnas três vezes menos votos do que os adversários Armando Monteiro (PTB) e Humberto Costa (PT) que tiveram o apoio de mais de 3 milhões de eleitores.

 Fonte: Noblat

+ sobre o tema

SP enquadrou 31 mil negros como traficantes em situações similares às de brancos usuários

Para a polícia de São Paulo, a diferença entre um traficante e...

STF retoma julgamento sobre descriminalização do porte de drogas

O Supremo Tribunal Federal (STF) retoma nesta quinta-feira (20)...

STF começa a julgar nesta terça (18) supostos mandantes da morte de Marielle

O Supremo Tribunal Federal (STF) inicia, na tarde desta...

PL antiaborto viola padrões internacionais e ameaça vida, diz perita da ONU

O PL antiaborto viola padrões internacionais de direitos humanos...

para lembrar

O STF e a chacina de São Paulo

O Supremo Tribunal Federal dá início, hoje, ao julgamento...

“Então é verdade, no Brasil é duro ser negro?”

Fonte: Sociedade - - Eliane Brum - A mais...

‘Lentidão e descaso com os pobres’: como governos brasileiros reagiram a epidemias na História

Desde que foi "descoberto", o Brasil enfrentou várias epidemias,...

Após foto de Haddad com Maluf, Erundina não será mais vice do petista

  O presidente nacional do PSB e governador de Pernambuco,...

Prefeitura de São José dos Campos retira obra sobre mulheres cientistas das escolas

A prefeitura de São José dos Campos (SP) recolheu a obra Mulheres Sonhadoras, Mulheres Cientistas, composta por dois livros, das escolas e bibliotecas do município. Escritos por...

A direita parlamentar parece ter perdido sua bússola moral

Com o objetivo de adular a extrema direita e constranger o governo, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, facilitou a aprovação de...

Janja defende direito ao aborto legal, diz que projeto é ‘absurdo’ e afirma que Congresso deve garantir acesso ao SUS

A primeira-dama Rosângela da Silva, a Janja, afirmou que do projeto de lei (PL) 1904, que quer colocar um teto de 22 semanas no acesso ao...
-+=