Shirley Campbell Barr – Rotundamente Negra

 ROTUNDAMENTE NEGRA

Mi niego rotundamente

a negar mi voz mi voz mi sangre y mi piel

y my niego rotundamente a dejar de ser yo

a dejar de sentirme bien

cuando miro mi rostro en el espejo

com mi boca rotundamente grande

y mi nariz rotundamente hermosa

y mis dientes rotundamente blancos

y mi piel

valientemente negra

y me niego categóricamente

a dejar de hablar mi lengua;

mi acento y mi historia

y me niego absolutamente

a ser de los que se callan

de los temen

de los que lloran,

porque me acepto

rotundamente libre

rotundamente negra

rotundamente hermosa.

Shirley Campbell Barr

 

 

rotundamente negra

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Expressão Feminista

+ sobre o tema

Morre o pianista Ahmad Jamal, grande influenciador de Miles Davis, aos 92 anos

O pianista de jazz Ahmad Jamal, que influenciou músicos de diversas gerações,...

Kapulana recebe originais em nova edição do “Seja Nosso Autor”

Autores interessados podem enviar os originais para a Kapulana...

Acabou Chorare – Zulu Araujo

Definitivamente os tempos mudaram. A sociedade brasileira avançou, a...

Sabedoria Indígena: O Silêncio, por Kent Nerburn

por Kent Nerburn Em Resistência do Povo Terena Nós, os índios, conhecemos...

para lembrar

Mostra contextualiza obra de Arthur Bispo do Rosário

A Colônia Juliano Moreira, em Jacarepaguá, no Rio de...

Drogba, Eto’o e Pienaar na luta contra malária na África

Os jogadores serão os protagonistas de anúncios de televisão,...

Haiti Muda a Face do Mundo

Marco Aurélio Luz*   Depois que o reino...
spot_imgspot_img

Sambista ligada ao rap, Leci Brandão rebate críticas de Ed Motta: ‘Elitista’

Leci Brandão, 79, rebateu com estilo as recentes declarações de Ed Motta, que chamou de "burros" os fãs de hip hop, "sem exceção". Sem citar...

Rihanna já tem atriz favorita para possível cinebiografia

Rihanna está se antecipando em relação a como quer ser vista, caso sua história venha a ser uma cinebiografia em algum momento do futuro. A cantora...

Tony Tornado relembra a genialidade (e o gênio difícil) do amigo Tim Maia, homenageado pelo Prêmio da Música Brasileira

Na ausência do homenageado Tim Maia (1942-1998), ninguém melhor para representá-lo na festa do Prêmio da Música Brasileira — cuja edição 2024 acontece nesta quarta-feira (12),...
-+=