quarta-feira, setembro 16, 2020

    Tag: Joaquim Barbosa

    Foto: José Cruz/Agência Brasil

    Joaquim Barbosa declara voto em Haddad: “Um candidato me inspira medo”

    Segundo o ex-ministro, “votar é fazer uma escolha racional. Eu, por exemplo, sopesei os aspectos positivos e os negativos dos dois candidatos que restam na disputa” Da Revista Fórum  Foto: José Cruz/Agência Brasil O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa declarou, neste sábado (27) seu voto ao candidato Fernando Haddad (PT). Em sua conta oficial no Twitter, ele disse: “Pela primeira vez em 32 anos de exercício do direito de voto, um candidato me inspira medo. Por isso, votarei em Fernando Haddad”. Segundo Barbosa, “votar é fazer uma escolha racional. Eu, por exemplo, sopesei os aspectos positivos e os negativos dos dois candidatos que restam na disputa”. Alguns eleitores responderam o post de Barbosa o parabenizando e dizendo que o candidato Jair Bolsonaro (PSL) é perigoso. Outros, disseram que o ex-ministro é um “traidor da pátria” por votar em Haddad. Barbosa chegou a ser cotado ...

    Leia mais
    blank

    Joaquim Barbosa, incógnita na eleição presidencial

    O algoz do “mensalão” do PT foi contra o “impeachment Tabajara”. O PSB planeja projetá-lo como um candidato contra desigualdades por André Barrocal, da Carta Capital  Barbosa queria a garantia da candidatura, mas terá de negociar (Felipe Sampaio/Fotos Públicas) Joaquim Barbosa, ex-ministro do Supremo Tribunal Federal, filiou-se discretamente ao PSB, na sexta-feira 6, para concorrer ao Palácio do Planalto. Ele não tem a garantia de que será lançado candidato, uma decisão a ser tomada pelo partido apenas em julho, mas é uma novidade a despertar curiosidade no mais imprevisível xadrez eleitoral desde 1989. O ex-juiz foi contra o impeachment de Dilma Rousseff, chamado por ele de “Tabajara” e “espetáculo patético”, não ataca o ex-presidente Lula, em quem inclusive já disse publicamente ter votado no passado, e é negro. Credenciais capazes de atrair votos progressistas. A sigla escolhida para sua filiação é um sinal a esses eleitores. O PSB apoiou a queda ...

    Leia mais
    blank

    Candidato negro – o que vem por ai ?

    Em abril de 2002, com a renúncia de Anthony Garotinho para concorrer à presidência da República, assumia o governo do Rio de Janeiro sua vice, Benedita da Silva, pelo curto período de nove meses. Por Edson Lopes Cardoso Do Brado Negro O “Jornal do Brasil” fez o registro do fato de uma forma que merece nossa atenção (edição de 07.04.2002). Colocou foto colorida do rosto emocionado de Benedita ao lado de imagem não usual, sombria mesmo, em preto e branco, da baía de Guanabara. “Imagens surreais” era o título da legenda, que se referia às duas imagens: “Primeira negra a governar um Estado, militante do PT e evangélica, Benedita da Silva cantou e chorou na cerimônia de posse. Vai administrar instalada no palácio Guanabara, ponto histórico da cidade retratada em imagens surreais na exposição do fotógrafo Renan Cepeda, no Rio Design Center”. Ao aproximar a imagem de Benedita, que tomava posse ...

    Leia mais
    blank

    Lei de cotas para negros em concursos públicos é reconhecida pelo STF

    Ministro Luís Barroso aproveita para pedir desculpas por ter se referido a Joaquim Barbosa como "negro de primeira linha"; gafe ganhou repercussão Do Ultimo Segundo É constitucional: a lei que reserva a negros 20% das vagas oferecidas em concursos públicos foi reconhecida pelo Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quinta-feira (8). A decisão foi unânime. A lei garante a negros a reserva de 20% das vagas oferecidas em concursos públicos para provimento de cargos efetivos e empregos públicos na administração pública federal direta e indireta, no âmbito dos Três Poderes. Os ministros que votaram pela procedência da ação declaratória de constitucionalidade foram Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Celso de Mello e a presidente da Corte, Cármen Lúcia. Anteriormente, os ministros Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes, Rosa Weber, Luiz Fuz e Edson Fachin já haviam votado pela procedência da ação. Por conta do julgamento que poderá caçar a chapa Dilma Temer, acontecendo no ...

    Leia mais
    blank

    Barroso pede desculpas por chamar Joaquim Barbosa de “negro de primeira linha”

    Ministro do Supremo Tribunal Federal pediu a palavra no início da sessão desta quinta-feira (8) na Corte. Ao se desculpar, disse que a afirmação em relação a Joaquim Barbosa foi 'infeliz'. O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso pediu desculpas nesta quinta-feira (8) por ter chamado o ex-presidente da Corte Joaquim Barbosa de “negro de primeira linha”. Ele classificou como "infeliz" a afirmação, feita em evento na quarta-feira (8) durante cerimônia de inauguração da foto de Barbosa na galeria de ex-presidentes do tribunal. por Bernardo Caram no G1 Logo na abertura da sessão de julgamentos desta quinta, Barroso pediu a palavra para se retratar pela afirmação do dia anterior. Segundo o ministro, ao saudar Joaquim Barbosa, pretendeu fazer referência de que ele se tornou um acadêmico negro de primeira linha. “Primeira linha se referia, como intuitivo, a acadêmico. E a referência a negro era para celebrar uma pessoa ...

    Leia mais
    blank

    O racismo que escapole no discurso politicamente correto do ministro Barroso

    Na última quarta-feira (07) o Ministro Roberto Barroso compareceu à cerimônia de aposição do retrato do ex-presidente do STF, Joaquim Barbosa, e, ao saudá-lo afirmou que ele é um “negro de primeira linha”, com doutorado em Paris, a quem tinha tido a honra de receber na Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Segundo os presentes o ministro Joaquim Barbosa deixou transparecer no semblante a irritação e o caso foi parar na imprensa provocando uma retratação no dia seguinte. Por Felipe da Silva Freitas Do Justificando Na abertura da sessão plenária do STF de 08 de junho Luis Roberto Barroso desculpou-se pelo ocorrido, afirmou que a expressão “primeira linha” referia-se à palavra intelectual, e não à palavra negro, e disse que se retratava àqueles que eventualmente tenham se sentido ofendidos. O caso pareceu resolvido. Contudo, penso que continua sendo oportuno pensar, mesmo depois das desculpas apresentadas, sobre o que significa a frase ...

    Leia mais
    blank

    Barbosa: decisão de derrubar Dilma foi de “acuados” pela Lava Jato

    Ex-herói do moralismo pátrio, o ministro aposentado Joaquim Barbosa, ex-presidente do STF, dá uma entrevista bombástica hoje, a Monica Bergamo, na Folha. No Ti Jolaço Sobre o impeachment: “O que houve foi que um grupo de políticos que supostamente davam apoio ao governo num determinado momento decidiu que iriam destituir a presidente. O resto foi pura encenação. Os argumentos da defesa não eram levados em consideração, nada era pesado e examinado sob uma ótica dialética.”(…) Era um grupo de líderes em manobras parlamentares que têm um modo de agir sorrateiro. Agem às sobras. E num determinado momento decidiram . Acuados por acusações graves, eles tinham uma motivação espúria: impedir a investigação de crimes por eles praticados. Essa encenação toda foi um véu que se criou para encobrir a real motivação, que continua válida. Golpe ou não? Não digo que foi um golpe. Eu digo que as formalidades externas foram observadas ...

    Leia mais
    blank

    Joaquim Barbosa chama golpe contra Dilma de “impeachment tabajara”

    No Twitter, ex- presidente do STF criticou o conservadorismo da imprensa e disse que Temer não terá o respeito dos brasileiros Da Revista Fórum  O ex- presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa se manifestou nas redes sociais sobre o impedimento da presidenta Dilma Rousseff, confirmado ontem (31) em votação final no Senado. No Twitter, Barbosa chamou o processo de “impeachment tabajara”. “Mais patética ainda foi a primeira entrevista do novo presidente do Brasil, Michel Temer. O homem parece acreditar piamente que terá o respeito e a estima dos brasileiros pelo fato de agora ser presidente. Engana-se”, escreveu. Veja abaixo algumas mensagens publicadas por ele. Eu não acompanhei nada desse patético espetáculo que foi o "impeachment tabajara" de Dilma Roussef. Não quis perder tempo. — Joaquim Barbosa (@joaquimboficial) 31 de agosto de 2016 Mais patética ainda foi a primeira entrevista do novo presidente do Brasil, Michel Temer. Explico. — Joaquim ...

    Leia mais
    blank

    Educafro pede a Dilma para escolher ministro negro para lugar de Barbosa no STF

    Em maio, Joaquim Barbosa anunciou que se aposentaria da Corte antecipadamente em julho, após 11 anos no Supremo No EM A cadeira ocupada por Joaquim Barbosa no Supremo Tribunal Federal (STF) está vaga desde julho e pode ser ocupada por outro ministro negro. É o que defende a organização não governamental Educação e Cidadania de Afrodescendentes (Educafro), em carta enviada à presidente Dilma Rousseff. No documento, a entidade “conclama” que a questão racial seja um dos critérios na escolha do próximo ministro da mais alta Corte do país. A Educafro é uma das principais organizações que atua na inclusão e políticas sociais para os negros no país. “Analisamos como muito positivo o critério estabelecido pela presidenta Dilma quando da aposentadoria da ministra do STF, Ellen Grace, mantendo na vaga outra mulher. A sociedade acolheu com tranquilidade aquela substituição, como vai acolher com tranquilidade a indicação de um/a membro/a da comunidade ...

    Leia mais
    blank

    Uma sentença de Joaquim Barbosa

    Por Luciano Martins Costa no Observatório da Imprensa A Folha de S.Paulo encerrou ne quinta-feira (2/10) a série “Ombudsman por um dia”, que comemorou durante uma semana os 25 anos de criação do cargo de ouvidor dos leitores. O texto crítico, de autoria do ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa, é o único dos sete artigos que merece o tempo gasto em sua leitura. Apesar de afirmar que não, a visão de Barbosa sobre a Folha é claramente negativa: a leitura de sua análise mostra que ele respeita apenas o que o jornal foi há quatro décadas. A partir do título (“Jornal erra ao tentar se mostrar neutro”, ver aqui), o ex-ministro demonstra como o diário paulista se transformou de referência cultural, no final da ditadura militar, em um órgão escandaloso, superficial e preconceituoso. Nem o mais crítico entre os analistas agregados neste Observatório seria tão demolidor. A rigor, sua única referência positiva se concentra no ...

    Leia mais
    Foto: Paul Morigi via Getty Images

    “Quantos senadores negros há no Brasil?” Angela Davis, a antítese de Joaquim Barbosa

    por : Marcos Sacramento A ausência de negros em cargos políticos e de destaque no Brasil chamou a atenção da filósofa e ativista norte-americana Angela Davis. Nascida no Alabama, Davis foi professora da Universidade da Califórnia e teve ligações com o grupo Panteras Negras, sendo presa por causa disso no início dos anos 70. Uma das principais lideranças femininas na luta pelo direito dos negros nos Estados Unidos, foi homenageada em músicas de John & Yoko (“Angela”) e dos Rolling Stones (“Sweet Black Angel”). Ela foi um dos destaques do Festival Latinidades 2014: Griôs da Diáspora Negra, em Brasília. Na sua conferência, disse que ficou impressionada com a pouca presença de negros e pardos na política nacional. “Quantos senadores negros há no Brasil? Se olharmos para o Senado não saberíamos que os negros constituem mais de 50% da população brasileira”, questionou. “Não posso falar com autoridade no Brasil, mas às vezes ...

    Leia mais
    blank

    Joaquim Barbosa adia aposentadoria para agosto

    Ministro Joaquim Barbosa, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu o adiamento de sua aposentadoria, de julho para o dia 6 de agosto; pedido foi feito ao Ministério da Justiça nesta segunda (7); primeiro requerimento era para esta quinta (10); no documento não há explicações para a mudança; uma das explicações é que a transição para a equipe de Ricardo Lewandowski, que assumirá a presidência da Corte, estaria sendo feita "às pressas", já que julho é mês de recesso do Judiciário 247 - O ministro Joaquim Barbosa, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu o adiamento de sua aposentadoria, de julho para o dia 6 de agosto. O pedido foi feito ao Ministério da Justiça nesta segunda-feira (7). Na semana passada, Barbosa enviou a José Eduardo Cardozo o requerimento formal de sua aposentadoria para esta quinta-feira (10). No documento não há explicações para o pedido. Mas a explicação, segundo a Folha, é que a ...

    Leia mais
    blank

    Barbosa diz que deixa STF com sentimento de dever cumprido

    Na última sessão como ministro, Barbosa não fez discurso e saiu sem avisar por Evandro Éboli e Eduardo Bresciani BRASÍLIA - O presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, afirmou na manhã desta terça-feira que deixa a Corte com a sensação de ter cumprido seu dever. Ele nega que o período em que esteve no STF tenha sido tumultuado e elogia o tribunal por ter tomado decisões importantes. Barbosa participou de sua última sessão no Supremo nesta terça-feira. — Saio tranquilo, com a alma leve, e, o que é fundamental, com o sentimento de cumprimento de dever. Hoje tratamos de um tema especial da minha predileção que é o jogo entre os Poderes da República — disse Barbosa, referindo-se ao julgamento sobre número das bancadas na Câmara de Deputados. Barbosa afirmou que, depois de passar onze anos no STF, se sente um privilegiado: — A sensação depois de 11 anos ...

    Leia mais
    blank

    ‘Não estou nem aí’, Joaquim Barbosa esnoba cotas raciais

    por Mariângela Gallucci - Agência Estado Apenas 1,4% dos magistrados são afrodescendentes, segundo Censo divulgado nesta terça pelo Conselho Nacional de Justiça Ao comentar se o resultado do Censo do Judiciário poderia abrir um debate no órgão sobre a adoção de cotas para ingresso na magistratura, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Joaquim Barbosa, disse que não estava "nem aí". "Não sei, não sei, não sei. Estou de saída (ele vai se aposentar neste mês). ''Es ist mir ganz egal'' (expressão em alemão que, em português, significa ''para mim, tanto faz''). Não estou nem aí", disse. Publicado nesta segunda-feira, o Censo mostrou que a maioria dos juízes brasileiros é formada por homens brancos. De acordo com o levantamento, 64% dos juízes são do sexo masculino. Os que se declararam brancos somam 84,5%. Somente 14% se consideram pardos, 1,4%, negros e 0,1%, indígenas. Fonte: ...

    Leia mais
    blank

    Movimento negro sugere nomes para substituir Barbosa

    Foi entregue pela organização não governamental Educação e Cidadania de Afrodescendentes e Carentes (Educafro) e outros membros do Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial (Cnpir) à presidente Dilma nesta segunda-feira, 9, lista com sugestões de nomes para substituir Joaquim Barbosa no Supremo Tribunal Federal (STF). De acordo com o documento, a atitude da presidente de substituir a ex-ministra Ellen Gracie por uma mulher, no caso a ministra Rosa Weber, Dilma poderia seguir o mesmo critério e manter um negro no Supremo. “Isso é o verdadeiro compromisso com a inclusão e sabemos que seu governo não vai recuar”, diz a carta. Segundo o diretor executivo da Ordem dos Frades Menores, frei David Santos, que assina a carta pela Educafro, Dilma se mostrou aberta à proposta. “Ela assinou cotas para negros em universidades, assinou agora cotas para negros no serviço público. Se ela for coerente com todo o gesto dela, não ...

    Leia mais
    blank

    Barbosa cogitou dar resposta pública a FHC

    Em entrevista ao programa "Manhattan Connection", ex-presidente FHC disse ser "difícil imaginar Joaquim Barbosa na vida partidária"; sobre eventual candidatura à Presidência do ministro, atual presidente do Supremo Tribunal Federal, o tucano afirmou que ele não tem as "características necessárias para conduzir o Brasil de maneira a não provocar grandes crises"; Barbosa ficou contrariado com as declarações 247 – Em participação ao programa "Manhattan Connection", o ex-presidente FHC criticou o presidente do STF, Joaquim Barbosa. Segundo o tucano disse ser "difícil imaginar Joaquim Barbosa na vida partidária". Sobre eventual candidatura à Presidência do ministro, ele afirmou que ele não tem as "características necessárias para conduzir o Brasil de maneira a não provocar grandes crises". De acordo com a colunista Mônica Bergamo, prestes a deixar o STF, Barbosa ficou contrariado com declarações de FHC e por pouco não deu uma resposta pública ao tucano. Entre os cabos eleitorais mais influentes dessa eleição, de acordo ...

    Leia mais
    blank

    Joaquim Barbosa sai em momento certo, segundo defesa de réus do mensalão

    Joaquim Barbosa anuncia oficialmente, no Plenário do Supremo Tribunal Federal, que deixa a presidência da Corte em junho deste ano, e se aposenta. De acordo com advogados de réus da Ação Penal 470, Joaquim Barbosa sai de cena em momento chave. O anúncio de aposentadoria ocorre um dia depois de ter sua imagem afetada com as reprovações de Rodrigo Janot, procurador-geral da República, e do presidente do Conselho Federal da OAB, Marcus Vinicius Coêlho, sobre a necessidade imposta por Barbosa de se cumprir um sexto da pena para conceder o direito a trabalho externo de José Dirceu e demais condenados no regime semiaberto da Ação Penal 470. Nesta quarta-feira (28), em cerimônia de apresentação do relatório do “Programa Segurança Sem Violência”, Janot afirmou que a decisão pode causar insegurança jurídica e prejudicar presos nessa situação. “Tínhamos uma interpretação, já de algum tempo, de que não seria necessário o cumprimento de ...

    Leia mais
    blank

    Não há caminho de volta para o Supremo depois de Joaquim Barbosa

    Por: Christina Lemos  A passagem do ministro Joaquim Barbosa pelo STF (Supremo Tribunal Federal), agora com fim anunciado para junho, deixou marcas históricas na mais alta corte de Justiça do País, seja qual for a dose de simpatia ou de antipatia com que se olhe para o magistrado. Foi, sem dúvida, um recordista em desavenças, em ousadia e quebra de paradigmas comportamentais. Por isso mesmo, talvez, tenha trazido o Supremo para o plano dos mortais, popularizado o Judiciário e alcançando, ele próprio, notoriedade de máscara de carnaval. Entre os 11 integrantes da Corte, nas diversas composições dos últimos anos, pelo menos sete entraram em rota de colisão com Barbosa. Os embates verbais mais violentos foram com Marco Aurélio Mello, Gilmar Mendes, e, por último, com Ricardo Lewandowski. A aspereza e o destempero inéditos de suas manifestações durante sessões de julgamento o levaram ao estrelato no noticiário. Angariou ira e admiração quase ...

    Leia mais
    Joaquim Barbosa: "Brasil não está preparado para um presidente negro"

    Barbosa diz que sai por livre arbítrio e agora vai descansar

    Gustavo Gantois O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, disse nesta quinta-feira que o motivo de sua saída é o "livre arbítrio" e defendeu que os ministros da Corte tenham mandato de 12 anos. Em entrevista após anunciar sua aposentadoria no plenário do STF, Barbosa ainda disse o assunto mensalão está “superado”. "Eu, desde a minha sabatina - talvez vocês não se lembrem -, deixei muito claro que não tinha intenção de ficar a vida toda aqui no Supremo Tribunal Federal. A minha concepção da vida pública é pautada pelo princípio republicano. Acho que os cargos devem ser ocupados por um determinado prazo e depois deve se dar oportunidade a outras pessoas. E eu já estou há 11 anos”, explicou. Barbosa afirmou que seus planos imediatos são assistir a Copa do Mundo em Brasília e depois descansar. Durante seu pronunciamento no plenário, o presidente do STF disse que ...

    Leia mais
    blank

    Barbosa deve anunciar aposentadoria no plenário do Supremo ainda nesta quinta-feira

    Ministro comunicou aos presidentes do Senado e da Câmara, Renan Calheiros e Henrique Alves, que deixará o tribunal Por: Carolina Brígido BRASÍLIA - O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, passou nesta quinta-feira pela Senado e pela Câmara dos Deputados para anunciar sua aposentadoria aos presidentes das duas casas. Barbosa comunicou ao senador Renan Calheiros (PMDB-AL) que deixará o tribunal. Depois, ele conversou com o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Aves (PMDB-RN). Segundo Alves, Barbosa disse que agora “vai se dedicar à vida privada”. O ministro deve fazer um pronunciamento nesta quinta-feira na abertura da sessão plenária do Supremo. Há meses ele vinha deixando claro sua intenção de se aposentar até o fim deste ano. - Ele (Joaquim) disse que vai deixar o STF. Nos comunicou que a visita era para se despedir. Sentimos muito porque é uma das melhores personalidades do país. Estamos muito tristes - disse ...

    Leia mais
    Página 1 de 2 1 2

    Últimas Postagens

    blank
    blank

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist