Tag: #MeToo

    blank

    Como o Me Too mudou Hollywood com mulheres famosas e poderosas

    Em Hollywood, há alguns anos, o feminismo era uma nebulosa. Um universo no qual só transitavam corajosas como Patricia Arquette, que se expunham nas cerimônias de premiação para lutar por salários dignos, enquanto a plateia aplaudia entre surpresa e quase obrigada. Agora, felizmente, tudo mudou. O feminismo está presente. Também a denúncia. A queixa. Até o grito. A queda das barreiras da vergonha. A aceitação da naturalidade e também da fúria. E muito disso foi estimulado pelo movimento #MeToo. As denúncias contra o produtor Harvey Weinstein e seus abusos de poder em Hollywood provocaram isso há dois anos. A sempre pacata e complacente indústria cinematográfica sofreu então uma implosão que a abalou profundamente e que continua 24 meses depois. O desentupimento da tubulação trouxe uma explosão de imundície. Há dois anos o planeta contempla, boquiaberto, algumas das mulheres mais famosas, poderosas e admiradas de Hollywood relatarem como foram humilhadas, desprestigiadas, ...

    Leia mais
    blank

    “Não nos oprima ou tente nos controlar”: atrizes comentam 2 anos do #MeToo

    Weinstein deve ser julgado em janeiro por acusações de estupro e agressão predatória de duas mulheres. Ele nega qualquer sexo não consensual. A Reuters perguntou a estrelas o quanto Hollywood mudou desde outubro de 2017. Abaixo estão as respostas, editadas por extensão e clareza: Julia Louis-Dreyfus "Gostaria de dizer que sinto que os homens estão começando a se comportar um pouco melhor, e digo talvez. Não estou dizendo que eles tenham definitivamente, mas há uma nova maneira de se comunicar, ou uma percepção um pouco nova, uma mudança de consciência que aconteceu. Está em processo. Este trabalho não está concluído. Nunca estará. Mas acho que há uma maneira de se comunicar que melhorou, espero." Patricia Arquete "O movimento #MeToo - minha irmã foi uma das primeiras pessoas a revelar - acho que teve um efeito cascata em todo o mundo, além de Hollywood. Felizmente, há mais representação de mulheres e ...

    Leia mais
    Foto: Andriano_cz/ThinkStock

    Depois de #MeToo, 37% das mulheres continuam sendo assediadas no trabalho

    Era de se esperar que as acusações de estupro em Hollywood diminuíssem depois das revelações feitas sobre Harvey Weinstein e da ascensão de campanhas como a #MeToo. No entanto, segundo a pesquisa do escritório de advocacia Slater and Gordon, da Austrália, o número de casos de assédio sexual em ambientes de trabalho não diminuiu. A partir de um estudo com 2 mil mulheres, nos últimos 12 meses, os resultados mostraram que 37% das entrevistadas passaram por episódios de assédio, mesmo depois de tantas campanhas. Os números ainda se estenderam para aqueles que relataram ter testemunhado abusos contra colegas (39%). Após assistirem à cena, as mulheres relataram terem se sentido desconfortáveis, amedrontadas, violadas, intimidadas, envergonhadas e até mesmo deprimidas. O estudo afirma ainda que a maioria dos abusos são cometidos por homens. Entre as mulheres, 28% reconheceram a presença de um abusador em seus ambientes de trabalho. Os casos mais comuns relatados pelas entrevistadas são os ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist