quinta-feira, agosto 18, 2022
InícioÁreas de AtuaçãoSaúde"Tenho o vírus da Aids, e o meu namorado não"

“Tenho o vírus da Aids, e o meu namorado não”

Tenho HIV, e o meu namorado não. Um dia estourou a camisinha, fomos ao hospital e disseram que o coquetel para prevenção só é indicado para profissionais de saúde que lidam com soropositivos e se machucam. É verdade isso?

MUITOS CASAIS (hétero e homossexuais) vivem hoje uma situação similar à descrita na dúvida desta semana, ou seja, são “sorodiscordantes”. Isso quer dizer que um deles é soropositivo (contaminado com HIV) e o outro não!

Essa situação exige alguns cuidados especiais para evitar que o outro venha a se infectar pelo HIV. O primeiro cuidado é usar preservativo em todas as relações sexuais, inclusive no sexo oral, para garantir uma segurança maior.

Outra questão é a profilaxia de emergência (uso de coquetel de medicamentos contra o vírus por um curto período de tempo) caso um dos dois tenha sido exposto a uma situação de risco, como a camisinha estourar.

Assim, essa medicação deve ser iniciada logo após o “acidente de percurso”. Os especialistas acreditam que essa profilaxia diminui o risco de contaminação.

Vocês fizeram o procedimento correto e deveriam ter recebido informação e atendimento mais adequados. Sempre que tiverem algum tipo de dúvida em relação a DST/Aids, entrem em contato com o disque-saúde (0800-611997) ou chequem o site aids.gov.br.

Se seu namorado já está em um esquema de tratamento (coquetel) e tem carga viral indetectável (HIV no sangue não é detectado), é bom lembrar que, recentemente, alguns trabalhos científicos dizem que a transmissão nessas condições tem risco menor.

Essa é uma informação que ainda precisa ser checada e testada. Mas lembre-se de que isso não substitui a camisinha de forma alguma! Nesse momento, conversem com um infectologista, OK?

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench