Três exposições celebram a Consciência Negra no Museu Afro Brasil

As mostram reiteram a colaboração dos negros para a arte brasileira

No mês da consciência negra, o Museu Afro Brasil apresenta três exposições que ilustram a contribuição dos negros brasileiros nas artes. As mostras “Dois Irmãos. João e Arthur Timótheo da Costa”, “Arte, Adorno, Design e Tecnologia no Tempo da Escravidão” e “Pérolas negras” do fotógrafo Miro, podem ser vistas a partir de 20 de novembro.

Em “Dois Irmãos. João e Arthur Timótheo da Costa”, o público confere as pinturas dos irmãos que ultrapassaram os desafios de negros e mulatos no início do século XX. Arthur e Timótheo participaram de diversas exposições nacionais e internacionais, marcando a pintura brasileira com obras que revelam competência e beleza.

– Siga o Governo do Estado de São Paulo no Twitter e no Facebook

Já “Arte, Adorno, Design e Tecnologia no Tempo da Escravidão” conta com mais de 70 objetos de ofícios urbanos e rurais que realça as contribuições dos negros para a ciência e a tecnologia no Brasil.

A terceira mostra, “Pérolas Negras”, expõe pela primeira vez a arte de Miro (nome artístico de Azemiro de Sousa), um dos mais importantes fotógrafos de editoriais de moda e publicidade no Brasil. A exposição foi concebida especialmente para o Museu Afro Brasil, a convite de Emanoel Araujo, curador das três coletâneas.

Inicialmente, surgiu a ideia de fotografar modelos negros num fundo preto, com tecidos pretos, mas, com o resultado considerado pop por Miro, o artista começou a pesquisar algo mais africano. Assim, na terceira etapa da criação, o fotógrafo, que já trabalhou com revistas como “Cláudia”, “Marie Claire” e “Vogue”, clicou personalidades negras como Zezé Motta, Haroldo Costa, Zózimo Bulbul, Luiz Melodia e Milton Gonçalves.

SERVIÇO
Exposições comemoram o Dia da Consciência Negra
Dois Irmãos. João e Arthur Timótheo da Costa – até 02 de junho/2013
Pérolas Negras, de Miro – até 07 de abril/2013
Arte, Adorno, Design e Tecnologia no Tempo da Escravidão – até 07 de abril/2013
Museu Afro Brasil (Avenida Pedro Álvares Cabral, s/n – Parque do Ibirapuera, portão 10, São Paulo)

 

 

Fonte: Portal do Governo de São Paulo 

+ sobre o tema

‘Faroeste Caboclo’ leva 540 mil pessoas aos cinemas durante o feriado

Longa de Sampaio narra a jornada de João de...

Obrigada Shirley

É com muita tristeza que compartilhamos a notícia do...

Africanos irritados com Obama

Apoio do presidente aos casamentos homesexuais vai contra sentimentos...

CineB Solar faz sessões gratuitas de Galeria Futuro

Com os atores Marcelo Serrado, Otavio Muller e Ailton...

para lembrar

Geni Guimarães: a cor da ternura da literatura negra

Escritora e poetisa, Geni Guimarães versa sobre uma vida...

Aos 80, Elza Soares posa seminua, coberta de rosas e anuncia biografia: ‘Preparem-se’

Elza Soares posou seminua e coberta de rosas vermelhas...

24 anos após genocídio em Ruanda, racismo e discurso de ódio aumentam

800 mil pessoas foram assassinadas no país africano; Dia...
spot_imgspot_img

 Interprete da trilha sonora da novela Renascer, Xenia França participa do disco de José James

Vencedora do Grammy Latino de 2023 com seu disco "Em nome da Estrela" e intérprete da canção “Lua Soberana”, trilha sonora da novela Renascer...

Jordan Peele faz anúncio misterioso nas redes sociais

Jordan Peele tem planos para outubro. Ele publicou uma foto com a data de 23 de outubro deste ano em fundo preto e não acrescentou...

Gilberto Gil é homenageado na Uerj por contribuições culturais ao país

Cantor, compositor, escritor, produtor musical, imortal da Academia Brasileira de Letras, ex-ministro da Cultura. Dono de vários talentos e posições, Gilberto Gil ganhou nesta...
-+=