Guest Post »

10 frases que parecem inofensivas, mas são muito gordofóbicas

Às vezes, na maior das boas intenções, as pessoas falam frases extremamente gordofóbicas. Veja 10 delas e elimine-as de sua vida.

Por Alice Arnoldi no M de Mulher

Ilê Machado

Fazer uma piadinha com a amiga gorda apenas para descontrair o clima da conversa entre amigos, zoar aquele colega porque ele ficou com uma menina “fora dos padrões”… por que não, né? Temos um bom motivo para não fazer isso: porque é gordofobia – preconceito contra pessoas gordas!

Ainda que muitos pensem que a gordofobia não é real, as críticas ofensivas e degradantes contra pessoas gordas são verdadeiras e matam, como foi o caso da jovem Dielly Santos, de 17 anos, que se suicidou na escola, onde era diariamente atacada por seus colegas com xingamentos como “porca imunda” e “lixo”.

Para que essa não seja a realidade de outras pessoas, o primeiro passo é entender como, diariamente, algumas frases populares reafirmam a gordofobia e, então, tirá-las do vocabulário para sempre. Confira 10 exemplos que, com certeza, você já ouviu e que, talvez, já tenha falado!

1. “Ela é tão bonita de rosto!”

Às vezes, essa frase é acompanhada de continuações como: “pena que é gorda”, “só faltava emagrecer” e uma infinidade de variações igualmente gordofóbicas. Então quer dizer que o rosto é bonito, mas o corpo é feio por ser gordo? Não! Tudo pode ser lindo, só que o preconceito faz com que as pessoas fechem os olhos – e isso é dolorido para quem é atingido por ele.

2. “Nossa, mas você vai comer mais?”

Além dos olhares de julgamento, quando uma pessoa gorda está comendo algo, todo mundo se torna fiscal de comida, e sempre com a mesma justificativa: o aviso – ainda que maldoso e ofensivo – é apenas para o bem do outro!

3. “Você não é gorda não. Você é fofinha!”

Não, ela é gorda mesmo e adivinhe só: isso não é uma crítica. É apenas uma característica. Portanto, não é necessário usar palavras no diminutivo e que soam como depreciativas para falar sobre aquela pessoa, afinal, ser gordo não é um defeito!

4. “Mas você já pensou na sua saúde?”

Quem disse que uma pessoa gorda não pode ser saudável? Ela pode gostar de se exercitar, de comer alimentos saudáveis, sair com amigos, estudar, trabalhar, ler – afinal, isso também significa cuidar da sua saúde, não é? – e, mesmo assim, ser gorda. Uma coisa não anula a outra! Além disso, pessoas magras podem ter problemas de saúde que não são vistos a olho nu, e nem por isso têm suas vidas fiscalizadas.

5. “Você deveria ir com uma roupa preta, porque emagrece”

Giphy:Reprodução

Será mesmo que uma pessoa deveria simplesmente escolher uma roupa porque parece magra dentro dela? Mesmo que ela não se sinta confortável, ou sequer se ache bonita com aquela peça? Parecer ter quilos a menos, com certeza, não deveria ser o fator decisivo nessa situação – e em nenhuma outra, para ser sincero.

6. “Está tudo bem ser fofinha. Homem gosta de ter onde apertar mesmo!”

Estamos em pleno século 21 e a mulher ainda precisa se pautar de acordo com os gostos masculinos? Acho que não! Independente se um homem gostará ou não da sua imagem, o importante é que você se sinta confortável com o seu corpo e enxergue beleza nele.

7. “Nossa, mas você poderia se cuidar um pouco mais, né? Fazer uma dieta…”

Um dos grandes preconceitos que envolve pessoas gordas é o estigma de que elas simplesmente não se cuidam por não estarem dentro dos padrões. Só que a verdade é: o peso de uma pessoa não a faz mais ou menos vaidosa. E o mais importante: se cuidar não é entrar em um processo de emagrecimento. Usar roupas que façam ela se sentir bem, estar com pessoas que ama e até mesmo assistir a sua série favorita, tudo isso é se tratar com carinho e respeito!

8. “Nossa, mas ela não deveria usar aquilo. Ela é gorda!”

Marcar a barriga, deixar aparecer as estrias e as dobras do corpo: nada disso deveria impedir uma pessoa de usar o que ela tem vontade, mas as críticas sobre isso ainda podem ser cruéis. Por isso, a representatividade de pessoas gordas e a moda plus size são importantes, afinal, é só dessa forma que mais elas se sentirão incentivadas a viverem da maneira que quiserem – e isso inclui vestir e ousar o quanto se sentirem a vontade para isso!

9. “Ai, amiga, eu tô tão gorda!” / “Claro que não. Você está linda!”

Então quer dizer que pessoas gordas são, obrigatoriamente, feias? Porque, até então, o único oposto de gordo é magro e isso, definitivamente, não é um medidor de beleza – só gordofobia mesmo.

Giphy:Reprodução

10. “Ele, com certeza, viu a beleza interior dela!”

Casais em que os parceiros são diferentes fisicamente, especialmente quando a mulher é gorda, podem ser alvo de comentários maldosos. Um deles é a dedução preconceituosa de que o homem está com a sua cônjuge não por achá-la atraente, mas apenas porque ela tem um “bom coração”. Afinal, mulheres gordas não podem ser sexy, certo? Errado!

Artigos relacionados