Advocacia pro Bono – O Direito é um Direito de todos!

Por que isto é importante

No Brasil, o acesso à Justiça ainda é privilégio de poucos. A razão é simples: em muitos casos, não se pode arcar com os honorários de um advogado.

A advocacia pro bono é legítima e se alinha com o disposto na Constituição Federal e no próprio código de ética e disciplina da OAB. Há dez anos, porém, a OAB-SP, a partir de uma resolução, resiste à prestação de advocacia gratuita, considerando-a ilegal e antiética. A profissão de advogado é uma das poucas, se não a única, em que o voluntariado é proibido.

Vamos levantar a voz e dizer ao presidente da OAB que isso precisa mudar. Assine a petição para que o acesso à Justiça deixe de ser um luxo para poucos.

 

ASSINE A PETIÇÃO

 
Uma norma existente há 10 anos impede que advogados façam atendimentos pro bono (sem cobrar) para pessoas físicas. Quem violar a norma pode ter sua OAB suspensa ou até caçada. Em SP, 29,5 milhões de pessoas não podem pagar um advogado. A Defensoria não consegue atender a demanda. Não é possível que uma norma prive tantos cidadãos de receber ajuda de advogados voluntários! Nos EUA, a prática pro bono é recomendada e algumas vezes exigida. Aqui no Brasil, um País marcado por tantas e tão profundas desigualdades, ela é proibida. O Ministério Público Federal realizará Audiência Pública para debater a questão no dia 22/02, 6ª feira, às 14 h, na Av. Brigadeiro Luís Antônio, 2.020.
 

Assine a petição

Fonte: AVAAS

+ sobre o tema

No México, Papa pede perdão aos povos originários

Foi memorável a data de 15 de fevereiro de...

´Escravidão não é contemporânea em PE, é perpetuada´, diz procuradora

  O Museu da Abolição, no Recife, aproveitou o Dia...

Concursos abertos oferecem mais de 23 mil vagas – Parte 1

Confira quais são os concursos que estão abertos...

para lembrar

O que pensa o ministro Arthur Chioro sobre a saúde da mulher – por: Fátima Oliveira

Preocupada com o silêncio sepulcral do novo ministro da...

Munduruku expulsam 25 pesquisadores de terra indígena

Cerca de 25 pesquisadores foram retirados da terra...

As identidades indígenas na escrita de Daniel Munduruku

  SANTOS, Waniamara J. Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) Resumo: Conforme...

Plataforma pela Reforma do Sistema Político

Organizações e movimentos que integram a Plataforma dos...
spot_imgspot_img

Evento do G20 debate intolerância às religiões de matriz africana

Apesar de o livre exercício de cultos religiosos e a liberdade de crença estarem garantidos pela Constituição brasileira, há um aumento relevante de ameaças...

Raça e gênero são abordados em documentos da Conferência de Bonn

A participação de Geledés - Instituto da Mulher Negra na Conferência de Bonn de 2024 (SB 60), que se encerrou na última quinta-feira 13,...

NOTA PÚBLICA | Em repúdio ao PL 1904/24, ao equiparar aborto a homicídio

A Comissão de Defesa dos Direitos Humanos Dom Paulo Evaristo Arns – Comissão Arns vem a público manifestar a sua profunda indignação com a...
-+=