Aretha Franklin: ícone da música e dos direitos civis que fez história com sua força cultural

Aretha Franklin, a Rainha do Soul vendeu milhões de discos vendidos pelo mundo e conquistou feitos que marcaram movimentos

Direto de Memphis para o mundo, com seu talento e brilho, a rainha do soul também alcançava o gospel, R&B e o jazz, de uma maneira jamais ouvida antes. A primeira mulher a fazer parte do Rock & Roll Hall of Fame, Aretha Franklin nasceu em 25 de março de 1942, e deixou marcas no mundo que jamais serão esquecidas.

Considerada uma das maiores cantoras de todos os tempos, sua voz foi declarada oficialmente um recurso natural no estado de Michigan, onde Franklin foi criada na cidade de Detroit. É ganhadora de vinte e um Grammy Award, possui a marca de mais de 75 milhões de discos vendidos no mundo e é detentora da Medalha Presidencial da Liberdade, a maior condecoração para um civil estadunidense. Aretha também possui sua estrela na Calçada da Fama de Hollywood, recebida em 1979.

Foto: Tyrone Dukes/The New York Times

ÍCONE DA MÚSICA NEGRA

Aretha sempre esteve ligada aos movimentos de direitos civis, e foi em 1963 que seu pai, C.L Franklin, organizou a Caminhada pela Liberdade de Detroit. C.L Franklin era amigo íntimo de Martin Luther King Jr, e recebeu uma prévia de seu discurso “I Have a Dream”, que aconteceria na cidade de Detroit. 

Em 1968, King entregou, por meio da Conferência da Liderança Cristã do Sul, um prêmio a Aretha. A organização lutava pelos direitos civis de afro-americanos. No século XXI, a artista fez uma apresentação durante a posse de Barack Obama, evento presidencial que ela já havia feito nas posses de Jimmy Carter, em 1977, e Bill Clinton, em 1993. 

A voz do Movimento dos Direitos Civis, a voz da América Negra e o símbolo da igualdade racial, essas eram as descrições que Aretha Franklin recebeu e assim receberá ao ser lembrada eternamente. Sua flexibilidade vocal, sua inteligência e habilidades no piano, audição e interpretação, a tornam uma escola para todos aqueles que buscam inspiração nas artes. 

+ sobre o tema

Por tom de pele, Taís Araújo desiste de viver Joana D’Arc Félix, cientista renomada no cinema

Taís Araújo desistiu de interpretar a cientista brasileira Joana...

Deputada pede retirada de cápsula do amor instalada no circuito Barra-Ondina

A deputada estadual Fabíola Mansur (PSB), presidente da Comissão...

Luiza Bairros (1953-2016) Por Fernanda Pompeu

Morreu hoje, 12 de julho 2016, a grande Luiza...

Feminismo, homossexualidade e maconha na máquina do consumismo

É surrado o argumento de que os signos culturais...

para lembrar

Precisamos promover uma coexistência ao nosso redor

Djamila Ribeiro escreve sobre como podemos romper os muros...

Chile, uma democracia feminista

O Chile é hoje a inovação política em ação. E não...

Fotógrafa retrata bailarinas negras em série de imagens

As bailarinas reconhecidas mundialmente são brancas e seguem os...

Jean Wyllys nega que BBB tenha dado votos e defende novo modelo de família

Deputado levanta bandeira gay e diz que "família de...
spot_imgspot_img

Mulher tem aborto legal negado em três hospitais e é obrigada a ouvir batimento do feto, diz Defensoria

A Defensoria Pública de São Paulo atendeu ao menos duas mulheres vítimas de violência sexual que tiveram o acesso ao aborto legal negado após o Conselho...

‘Abuso sexual em abrigos no RS é o que ocorre dentro de casa’, diz ministra

A ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, considera que a violência sexual registrada contra mulheres nos abrigos que recebem desalojados pelas enchentes no Rio Grande...

ONU cobra Brasil por aborto legal após 12 mil meninas serem mães em 2023

Mais de 12,5 mil meninas entre 8 e 14 anos foram mães em 2023 no Brasil, num espelho da dimensão da violência contra meninas...
-+=