Arquiteto é preso por racismo em Florianópolis

FLORIANÓPOLIS – Um arquiteto de 55 anos foi preso acusado de racismo após ofender seguranças de um shopping em Florianópolis, em Santa Catarina. A confusão começou depois que o prato dele foi retirado da mesa, na praça de alimentação, enquanto ele foi cumprimentar um amigo, na noite de terça-feira.

O homem queria ser ressarcido pelo alimento e foi orientado a procurar a central de segurança para resolver o problema. Ao chegar na central, houve discussão e os seguranças o imobilizaram. Foi então que o arquiteto os agrediu verbalmente com palavras de racismo.

Ele foi encaminhado à Central de Polícia da Capital e autuado em flagrante por injúria qualificada pelo ato de racismo. Como foi em local público, o arquiteto pode pegar até três anos de detenção.

Segundo a administração do shopping, toda a confusão poderia ter sido evitada se o arquiteto tivesse procurado o gerente do restaurante.

O crime é inafiançável. O arquiteto foi transferido para uma cela especial Central de Triagem do Departamento de Administração Prisional (Deap), que fica no bairro Capoeiras.

Fonte: O Globo

+ sobre o tema

Racismo não tem desculpa

A jornalista Maju Coutinho mais uma vez sofreu ataques...

Após morte, família acusa PMs de espancar mulher em Ribeirão Preto

Luana dos Reis foi internada após ter sido agredida...

Lelê Teles: Bandido bom é bandido branco

BANDIDO BOM É BANDIDO BRANCO Por Lelê Teles no Maria...

Alunos da Ufes denunciam professor por preconceito dentro da sala de aula

Alunos ficaram indignados com frases contra negros e cotistas...

para lembrar

Os abusos policiais durante os protestos no Brasil chegam ao cenário internacional

  As autoridades brasileiras destacam as mudanças previstas...

Rituais da morte e a morte da democracia

O Centro de Articulação de Populações Marginalizadas –CEAP manifesta...

Grupos antirracistas criticam ‘blackface’ em desfiles de Reis na Espanha

Ativistas espanhóis contra o racismo pediram o fim do...

O Fantasma do Estado: Genocídio e Necropolítica

Em “The Signature of the Sate”, Veena Das discute...
spot_imgspot_img

Senado aprova prorrogação e ampliação da política de cotas para concursos públicos

O Senado aprovou, nesta quarta-feira (22), o projeto de lei (PL) 1.958/2021, que prorroga por dez anos a política de cotas afirmativas para concursos...

Morte de senegalês após ação da PM em SP completa um mês com investigação lenta e falta de acesso a câmeras corporais

Um mês após a morte do senegalês Serigne Mourtalla Mbaye, conhecido como Talla, que caiu do 6º andar após ação policial no prédio em que morava...

Maurício Pestana: escola de negros e o Terceiro Vagão

Em vários artigos já escritos por mim aqui, tenho apontado como o racismo no Brasil utiliza a via da questão econômica e educacional para...
-+=