Assassino de Marielle Franco e Anderson Gomes faz acordo de delação com a PF

Ronnie Lessa, o matador de Marielle Franco e de Anderson Gomes, fez um acordo de delação com a PF, segundo pessoas a par das investigações. E está falando.

Depois da delação de Élcio Queiroz, que dirigiu o carro usado para assassinar a vereadora e o seu motorista, era a peça que faltava para a fechar o quebra-cabeça do caso na visão dos investigadores.

Recentemente, Andrei Rodrigues, chefe da PF, deu o prazo de março para a solução do crime — mês em que ele completa seis anos. Ou seja, no limite em mais 70 dias se saberá o mandante.

A colaboração de Lessa, contudo, ainda precisa de uma homologação no STJ. Sua delação liquida o caso.

+ sobre o tema

Na Argentina, Mães da Praça de Maio prestam homenagem a Marielle Franco

Na tarde desta quinta-feira (15), enquanto acontecia no Rio...

Corpos Negros Ainda Estão na Mira #LegadoMarielle

Desde muito pequena aprendi sobre o assédio feminino, abordagem...

Bolsa de estudos Marielle Franco

O SIAPARTO tem o prazer de oferecer, em homenagem...

Universidade Johns Hopkins em Baltimore cria “Bolsa de Estudos Marielle Franco”

O Programa de Estudos Latino-Americanos (LASP) da Escola de...

para lembrar

Violência e ideologia

Assistimos ao espetáculo da violência. A própria frase encerra...

Quem era Sandra Maria, que morreu porque um homem não queria usar máscara

Sandra Maria Aparecida Ribeiro, 45 anos, foi vítima da irresponsabilidade....

As cores e as vidas que se esvaem no ralo da necropolítica

Sinto falta de meu tempo para escrever o que...

Não podemos suportar mais um pouquinho, não aguentamos mais!

Eu relutei em escrever essas poucas linhas. Mais do...
spot_imgspot_img

Foi a mobilização intensa da sociedade que manteve Brazão na prisão

Poucos episódios escancararam tanto a política fluminense quanto a votação na Câmara dos Deputados que selou a permanência na prisão de Chiquinho Brazão por suspeita do...

Com a conivência do Estado

Enfim, foi da nefasta aliança entre crime, polícia e política no Rio de Janeiro, tão antiga quanto conhecida, que brotaram mandantes e, ao menos,...

Com a conivência do Estado

Enfim, foi da nefasta aliança entre crime, polícia e política no Rio de Janeiro, tão antiga quanto conhecida, que brotaram mandantes e, ao menos,...
-+=