Atletas internacionais e rappers brasileiros se unem contra o racismo

Música “Suor não tem cor” foi lançada nesta segunda-feira (09)

Nos últimos anos o futebol mundial tem presenciado inúmeros casos de racismo e intolerância dentro dos campos. Às vésperas do maior evento de futebol do mundo, a PUMA, marca alemã global de artigos esportivos, e a Bagua Records se uniram para transmitir em forma de música uma mensagem de combate ao racismo.

A parceria reuniu 21 músicos renomados do rap nacional que compuseram uma canção que exalta a causa e retrata as dificuldades encontras pelos atletas que sofrem esse tipo de preconceito. Atletas internacionais de destaque como o atacante da Seleção Italiana Mario Balotelli e Yaya Toure, volante da Costa do Marfim, também deixaram sua mensagem de apoio no videoclipe da canção. Ambos já foram vítimas de ofensas racistas em campos de futebol.

Para o presidente da PUMA no Brasil, Roberto Goldminc, os constantes casos de racismo no futebol internacional e o poder da música motivou a parceria com a produtora. “Encontramos um parceiro ideal que pudesse transmitir essa mensagem contra o racismo de uma forma tão didática e marcante que é a música e que sempre esteve engajada nesse tema por meio de seus rappers. O esporte e a música sempre caminharam juntos e por meio dela precisamos convocar o mundo nessa causa que é de todos nós”, explicou.

A reunião de astros do rap brasileiro foi realizada pela Bagua Records, gravadora responsável por lançar e gerenciar diversos artistas do segmento. “Essa música é uma forma de dizermos um basta a todo tipo de preconceito dentro e fora dos gramados, vivenciados por atletas profissionais e amadores de todo o mundo. Não podemos mais tolerar ações racistas não só no esporte mas principalmente em toda sociedade”, afirma Jairo Andrade, presidente da Bagua Records.

Entre os cantores participantes estão: Edi Rock e Ice Blue, dois dos quatro líderes do Racionais MC´s; Dj. cuca, único DJ brasileiro a ficar entre os 10 melhores DJ´s de rap do mundo; Tulio Dek, autor de diversas trilhas sonoras de novelas; DBS, revelação do rap nacional; Ndee Naldinho; Gregory, e Toddy, um dos maiores vídeo makers do Brasil.

A ação incluiu também a gravação de um vídeo clipe com rappers e atletas. As filmagens foram realizadas no tradicional estádio do Juventus, na rua Javari em São Paulo e no estádio do Grêmio Osasco, e reuniu artistas e crianças. Os atletas internacionais e nacionais da PUMA também deixaram seus depoimentos. Entre eles estão: Mario Balotelli, Yaya Toure, Asamoah Gyan, Gilberto Silva, Neílton e Marta.

O público também poderá se unir a causa e deixar sua mensagem contra o racismo no hotsite exclusivo da campanha www.suornaotemcor.com.br. Neles os internautas poderão compartilhar vídeos, fotos da campanha utilizando as hashtags #suornãotemcor e #weareallthesame, além de ter acesso a todo material da campanha.

A iniciativa da campanha é resultada da parceria da PUMA, marca alemã global de artigos esportivos, com a Bagua Records. O conteúdo digital é de autoria da Peppery Comunic.

Sobre a PUMA®

A PUMA é uma das empresas líderes em marcas esportivas, que projeta, desenvolve, e comercializa calçados, roupas e acessórios. Por mais de 65 anos, a PUMA construiu uma história de desenvolvimento de produtos para os atletas mais rápidos do planeta. Entre as suas categorias de Sport Performance e Lifestyle estão Futebol, Running, Training e Fitness, Golf e Automobilismo. A marca ainda apresenta colaborações com marcas de renome e designers como Alexander McQueen, Yasuhiro Mihara e Sergio Rossi para trazer inovação e designs rápidos para o mundo esportivo. O Grupo PUMA possui as marcas PUMA, Cobra Golf, Treton, Dobotex e Brandon. A empresa distribui produtos para mais de 120 países, emprega mais de 10 mil funcionários em todo mundo, e com sede em Herzogenaurach/Alemanha. Para mais informações, visite www.puma.com

+ sobre o tema

Brancos, vamos falar de cotas no serviço público?

Em junho expira o prazo da lei de cotas nos...

Em junho, Djavan fará sua estreia na Praia de Copacabana em show gratuito

O projeto TIM Music Rio, um dos mais conhecidos...

O precário e o próspero nas políticas sociais que alcançam a população negra

Começo a escrever enquanto espero o início do quarto...

Estado Brasileiro implementa políticas raciais há muito tempo

Neste momento, está em tramitação no Senado Federal o...

para lembrar

Com rappers americanos, Wanessa e Negra Li buscam R’n’B à brasileira

Cantora sexy de voz delicada vira parceira musical de...

Tinga, jogador do Cruzeiro, vai desfilar na Imperatriz Leopoldinense

O jogador Tinga aceitou o convite da Imperatriz Leopoldinense...

Crescem denúncias de racismo no futebol

Relatório do Observatório da Discriminação Racial no Futebol revela...

Dalbert é vítima de racismo na Itália, e jogo é interrompido pela arbitragem

Mais uma triste página para a história do futebol...
spot_imgspot_img

Governo diz que vai cobrar Uefa sobre racismo contra Vini Jr; Lula afirma que ofensas são ‘manifestações de barbárie’

O governo brasileiro informou nesta quinta-feira (14) que vai acionar a Uefa, organizadora do torneios europeus, sobre os atos racistas praticados por torcedores do Atlético de Madrid...

Seleção brasileira recebe prêmio Fair Play da Fifa por luta contra o racismo após ataques a Vinicius Jr.

O prêmio fair play no Fifa The Best vai para o Brasil. A seleção brasileira masculina profissional recebeu a honraria por conta de sua campanha contra...

Racismo contra Rodrygo: MP abre investigação após relatório apontar perfis

Um relatório realizado pelo grupo Observatório da Discriminação Racial no Futebol, em parceria com Rodrygo, identificou 107 perfis que cometeram racismo contra o atacante...
-+=