Atores negros ainda vivem personagens pobres e sofredores na TV

Nesta terça-feira (13), comemora-se 126 anos da abolição da escravidão no Brasil. Novelas e mais novelas já contaram o feito e encheram a TV com cenas de preconceito e racismo para ressaltar a importância da assinatura da Lei Áurea, mas o iG quis saber: será que, na prática, a dramaturgia brasileira vem vencendo os obstáculos da discriminação?

Em uma análise feita entre as principais emissoras com telenovelas, constatou-se que, dos 28 personagens negros da Globo, do SBT e da Record, apenas cinco não ocupam profissões marginalizadas, vivem dramas ou sofreram algum abuso. Destaque para “Geração Brasil”, da Globo, na qual os atores Luís Miranda e Lázaro Ramos ocupam papéis de destaque, de personagens bem-sucedidos.

O ator Nando Cunha revelou, em entrevista ao iG no Dia da Consciência Negra, que sente a dura realidade em sua profissão.

“Já sofri preconceito de vários tipos. Sempre ouvi: ‘esse papel não é para o seu perfil’.

Mas quando me dizem um ‘não’, tenho uma força maior. Sonho que no futuro seja mais fácil, que eu não precise me esforçar tanto”, comenta. “Se eu tivesse olho azul, fosse loiro, branquinho, seria muito mais fácil. Mesmo com todo esse sucesso que fiz, não estou escalado para nada. Se fosse um branco no meu lugar, que fizesse esse sucesso todo, não estaria desempregado. Sei do meu potencial e do que sou capaz de fazer. Apenas sonho que a disputa seja normal para todo mundo. E não reclamo do privilégio dos outros. Só quero os mesmos direitos”, completou ele.

Veja na galeria de fotos quem são os atores afrodescendentes que estão no ar no momento e quais são seus papeis.

“A situação do cidadão negro está bem melhor do que antes, embora acredite que aquilo que ainda é oferecido ao negro tem aparência de esmola, ou correção de um erro histórico, o que é feito de uma maneira não tão justa”, disse o músico Péricles em entrevista recente ao iG.

O cantor Thiaguinho endossou: “Cada dia mais o negro ocupa posições melhores na sociedade, mas ainda está muito longe do que sonhamos. Precisamos de muito mais oportunidades pra mostrar nosso valor.”

Marcello Melo Jr. dá vida ao pilantra Jairo, que tenta tirar vantagem de tudo, além de ser maníaco sexual. (Foto: Reprodução/ @feliperoque)
Nando Cunha é o pilantra e Dante, que vive de roda em roda de samba. (Foto: MARCELO CORREA)
aís Araújo é a batalhadora Veronica Monteiro, uma jornalista que se viu obrigada a abandonar os estudos para criar o filho. Ou seja, mais uma sofredora (Foto: Ana Branco)
Rafael Zulu Rafael Zulu é Theo, outro cuidador do asilo de ‘Em Família’ (Alex Santana/Vogue)

 

 

+ sobre o tema

Oprah Winfrey vai entrevistar filha de Whitney Houston

Oprah Winfrey vai entrevistar a filha de Whitney Houston,...

Halle Berry está com os cabelos longos e encaracolados

Halle Berry está com os cabelos longos e encaracolados:...

Pagodeiro metrossexual! Thiaguinho abre o jogo e confessa: ‘Eu sou vaidoso!’

O cantor Thiaguinho foi ao Domingão do Faustão para...

para lembrar

spot_imgspot_img

Profissionais negros reinventam suas carreiras na TV e avaliam a importância da discussão racial

No Dia da Consciência Negra, o gshow conversou com artistas que compartilham a jornada que é ser um profissional preto na teledramaturgia. Entre eles, atores, atrizes e...

Michael Jordan escolheu Viola Davis para interpretar sua mãe em ‘Air: a história por trás do logo’

"Air: a história por trás do logo" chega hoje aos cinemas contando a história da parceria entre Nike e Michael Jordan que resultou na...

Em novo livro, ator e escritor Lázaro Ramos fala sobre a conexão do afeto

Lázaro Ramos não sabia ao certo para quem estava escrevendo quando começou a narrar as peripécias de Carrinho em Você não é invisível. A filha...
-+=