Barroso diz em sabatina que acredita na diversidade e no respeito aos direitos humanos

Indicado para vaga de ministro do STF, advogado passa por entrevista no Senado

 

Ao fazer sua apresentação à Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado, o advogado Luís Roberto Barroso, indicado para uma vaga de ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), destacou que acredita na diversidade étnica, religiosa e política e também no respeito aos direitos humanos e fundamentais. As informações são da Agência Senado.

— A verdade não tem dono. Cada um é feliz à sua maneira. Respeito e tenho consideração por todos que pensam diferente e que conseguem manifestar pacificamente essa divergência.

Barroso já havia defendido, em outras ocasiões, a equiparação das uniões homoafetivas às uniões estáveis convencionais, a interrupção da gestação de fetos anencéfalos e a admissão de pesquisas com células-tronco embrionárias, posição que geraram críticas, entre as quais as do senador Magno Malta (PR-ES).

O indicado falou por 20 minutos para, depois, responder às perguntas dos senadores. Mais de 15 integrantes da CCJ estão inscritos para fazer questionamentos ao advogado. O primeiro a se manifestar é o presidente da CCJ, Vital do Rêgo (PMDB-PB), que também é o relator da indicação.

Segundo a Constituição de 1988, cabe ao Senado aprovar ou não a escolha de ministros para o STF, em votação secreta, depois de arguição pública. Caso o nome de Barroso seja aprovado pela comissão, após a sabatina, o tema será levado à votação em Plenário.

Se aprovado, Barroso ocupará vaga aberta com a aposentadoria compulsória, em novembro de 2012, do ministro Ayres Britto. Os mais de seis meses entre a saída de Britto e a indicação de Barroso configuraram um dos períodos mais longos em que o STF ficou sem a composição completa de 11 ministros.

 

Leia Também:

Barroso diz em sabatina que acredita na diversidade e no respeito aos direitos humanos

Harvard – Cotas e justiça racial: de que lado você está? Por Luís Roberto Barroso

Luís Roberto Barroso: Grupos religiosos preparam ofensiva contra indicação de Barroso ao STF

 

Fonte: R7 

+ sobre o tema

Famílias de baixa renda podem solicitar parabólica digital gratuita

Famílias de baixa renda de 439 municípios podem solicitar...

CNDH denuncia trabalho escravo em oficinas de costura em São Paulo

Uma comitiva do Conselho Nacional de Direitos Humanos (CNDH)...

20 anos do ECA: iniquidades e violência são grandes desafios

O escritório do Fundo das Nações Unidas para a...

Senado aprova fim de revista manual a visitantes em presídios

Projeto da senadora Ana Rita (PT-ES), aprovado na CCJ,...

para lembrar

Obrigado, Feliciano!

por  Eduardo d´Albergaria Há pelo menos 3 décadas, o fundamentalismo religioso...

Prisões de ativistas ferem cláusula pétrea do Estado de Direito, por Marcelo Cerqueira

“Mais respeito à democracia” Um dos grandes defensores das liberdades...

Bagatela conta histórias de mulheres presas por pequenos furtos

No documentário Bagatela de Clara Ramos, são conhecidas as histórias...
spot_imgspot_img

Debate na ONU sobre a nova declaração de direitos da população afrodescendente conta com a presença de Geledés

Geledés - Instituto da Mulher Negra esteve presente na sede das Nações Unidas em Genebra, na Suíça, durante os dias 8 e 9 de...

Google celebra James Baldwin, escritor e ativista dos direitos civis

O Google está prestando uma homenagem a James Baldwin, renomado escritor e ativista dos direitos civis americanos, conhecido por suas obras literárias que abordam temas...

Caixa paga novo Bolsa Família a beneficiários com NIS de final 4

A Caixa Econômica Federal paga nesta terça-feira (23) a parcela de janeiro do novo Bolsa Família aos beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS)...
-+=