Clarence Avant, conhecido como ‘padrinho da música negra’ morre aos 92 anos

Enviado por / FonteDo G1

Executivo pioneiro da música, Avant morreu no domingo (13) em Los Angeles.

Clarence Avant, conhecido como “Padrinho Negro” da música e do entretenimento morreu neste domingo (13) aos 92 anos, em Los Angeles. A informação foi confirmada pela família do músico e executivo da música por meio de um comunicado.

“Através de sua liderança empresarial revolucionária, Clarence tornou-se carinhosamente conhecido como ‘o padrinho negro’ nos mundos da música, entretenimento, política e esportes”, diz o comunicado. “Clarence deixa para trás uma família amorosa e um mar de amigos e associados que mudaram o mundo e continuarão a mudar o mundo nas próximas gerações. A alegria de seu legado alivia a tristeza de nossa perda.”

Avant foi um executivo da música pioneiro, além de produtor de filmes e empreendedor. Em 2019, documentário “O Pai da Black Music”, dirigido por Reginald Hudlin, retratou sua história, na Netflix.

Nascido na Carolina do Norte em 1931, Avant começou a trabalhar no mundo da música na década de 1950, gerenciando cantores de sucesso, incluindo Little Willie John. Ele passou a trabalhar para a Venture Records e, dois anos depois, fundou a Sussex Records.

Avant também lançou uma das primeiras estações de rádio totalmente pertencentes a negros e se dedicou em defender a cultura negra como consultor dos estúdios MGM e do canal ABC na década de 1970.

Ele ainda gerenciou nomes como Sarah Vaughan, Jimmy Smith, Lalo Schifrin e Freddie Hubbard e intermediou a venda da Stax Records na década de 1960. Foi ele quem descobriu e contratou o cantor de Bill Withers, de “Ain’t no sunshine” ainda na década de 1970, co-promoveu “Bad”, a primeira turnê mundial solo de Michael Jackson e foi presidente do conselho da Motown nos anos de 1990, após sua venda para a PolyGram.

O executivo ainda ajudaria produtores e artistas como Quincy Jones, David Geffen, Jay-Z, Jimmy Jam & Terry Lewis, Pharrell Williams, Whitney Houston, entre muitos outros.

Ao longo de uma carreira, ganhou uma série de prêmios, recebendo uma estrela da Calçada da Fama de Hollywood em 2016 e depois um gongo do Hall da Fama do Rock and Roll em 2021, durante o qual Barack Obama e Kamala Harris falaram em um vídeo tributo.

Avant se casou com Jacqueline ‘Jackie’ Alberta Gray em 1967 e eles tiveram dois filhos. A mais velha, Nicole Avant, é ex-embaixadora dos EUA nas Bahamas e esposa Co-CEO da Netflix, Ted Sarandos.

+ sobre o tema

Morre o ativista Ivan Rodrigues Costa

O Centro de Cultura Negra do Maranhão (CCN/MA), a...

João Cândido: Ex-marinheiro morreu pobre aos 89 anos

Em 22 de novembro de 1910, inconformados com os...

Mãe Beata de Iemanjá, ialorixá, escritora e militante social, morre aos 86 anos

Morreu neste sábado a ialorixá, escritora e militante de...

Morre Edyr de Castro, integrante das Frenéticas

Morreu na manhã de terça-feira, aos 72 anos, no...

para lembrar

Alcione

Alcione Nazareth (São Luís, 21 de novembro de 1947) é...

Ninguém diz a Angélique Kidjo quem ela deve ser

GONÇALO FROTA É a última grande diva da música africana...

Karol Conka solta making of gravado em Paris do single Tombei

Paris é black. Em poucos lugares do mundo a...

A história de uma canção impiedosa sobre o racismo nos EUA: Strange Fruit

Strange Fruit: Billie Holiday e a biografia de uma...
spot_imgspot_img

Em junho, Djavan fará sua estreia na Praia de Copacabana em show gratuito

O projeto TIM Music Rio, um dos mais conhecidos festivais de música no país, terá como uma de suas atrações, no dia 2 de...

Lauryn Hill, YG Marley e Mano Brown tocam em festival em SP; saiba como comprar ingressos

O Chic Show, projeto que celebra a cultura negra e realizava bailes que ficaram clássicos na São Paulo da década de 1970 e 1980, vai...

Filhos de Bob Marley anunciam primeira turnê coletiva em duas décadas

Bob Marley teve, ao total, 11 filhos, e cinco deles preparam a turnê coletiva The Marley Brothers: A Legacy Tour, que percorrerá a América do Norte...
-+=