Dia internacional das pessoas idosas lembra 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos

O Dia Internacional das Pessoas Idosas, celebrado em 1º de outubro, promove os direitos humanos dos idosos em todo o mundo e, este ano, celebra a importância contínua da Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH), que completa 70 anos.

Do Nações Unidas

O tema do dia internacional deste ano é “Celebrando os mais velhos defensores dos direitos humanos”. Além de promover os direitos dos idosos em geral e aumentar a visibilidade de sua contribuição para a sociedade, o tema de 2018 visa refletir sobre os progressos e desafios para garantir seus direitos e liberdades, e engajar grandes audiências em todo o mundo a mobilizar os direitos humanos para todos.

Casal de idosos rodeados por netos na comunidade tribal de Banjara, próxima à cidade indiana de Hyderabad, em 1981. Foto: ONU/John Isaac

O Dia Internacional das Pessoas Idosas, celebrado em 1º de outubro, promove os direitos humanos dos idosos em todo o mundo e, este ano, celebra a importância contínua da Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH), que completa 70 anos.

O tema do dia internacional deste ano é “Celebrando os mais velhos defensores dos direitos humanos”. Além de promover os direitos dos idosos em geral e aumentar a visibilidade de sua contribuição para a sociedade, o tema de 2018 visa refletir sobre os progressos e desafios para garantir seus direitos e liberdades, e engajar grandes audiências em todo o mundo a mobilizar os direitos humanos para todos.

Hoje, quase 700 milhões de pessoas têm mais de 60 anos, um número previsto para aumentar para 2 bilhões — mais de um quinto da população mundial — até 2050. A Ásia será a região com o maior número de idosos e a África enfrenta o maior crescimento proporcional.

Isso significa que as necessidades e os desafios do envelhecimento da população mundial e a contribuição essencial que os homens e mulheres idosos podem dar à sociedade, se houver garantias adequadas, devem receber maior atenção.

A atenção política sobre o assunto vem crescendo desde 2002, quando a Assembleia Geral da ONU endossou o Plano de Ação Internacional de Madri sobre o Envelhecimento, descrito como um ponto de virada na forma como o mundo aborda os principais desafios da “construção de uma sociedade para todas as idades”.

Mais especificamente, o plano dá orientação sobre direito ao trabalho; direito a saúde, participação e igualdade de oportunidades ao longo da vida, salientando a importância da participação dos idosos nos processos de tomada de decisão em todos os níveis.

A última década assistiu a progressos em várias áreas, com o setor social tomando o centro das atenções. Isso inclui políticas inovadoras nos sistemas de saúde, seguridade social ou previdência social, planos de ação nacionais sobre o envelhecimento e a criação de novas instituições para buscar formas de responder gradualmente aos desafios enfrentados pelos idosos.

+ sobre o tema

Obama afirma que reanimar a economia é sua tarefa mais urgente

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, considera que...

O tal “panelaço” tem cara, grife, cor e endereço, nobre, diga-se de passagem

O tal "panelaço", importado da Argentina, de que  grande...

15 museus recebem programação especial sobre Direitos Humanos

Espaços recebem debates, oficinas, palestras e apresentações sobre o...

Tracking Vox Populi/Band/iG: Dilma 53%, Serra 24%

No quinto dia de medição, petista oscila positivamente um...

para lembrar

46 Assembléia Geral da OEA – Santo Domingo

A 46 Assembléia Geral da Organização dos Estados Americanos...

Pena de morte?!

Hoje, ouvi um relato sobre um assalto. O ônibus...

Congresso tem 40 projetos que ameaçam direitos humanos

Entre os textos, constam ameaças ao trabalho, à terra,...
spot_imgspot_img

Ministério da Igualdade Racial lidera ações do governo brasileiro no Fórum Permanente de Afrodescendentes da ONU

Ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, está na 3a sessão do Fórum Permanente de Afrodescendentes da ONU em Genebra, na Suíça, com três principais missões: avançar nos debates...

Conselho de direitos humanos aciona ONU por aumento de movimentos neonazistas no Brasil

O Conselho Nacional de Direitos Humanos (CNDH), órgão vinculado ao Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania, acionou a ONU (Organização das Nações Unidas) para fazer um alerta...

Ministério lança edital para fortalecer casas de acolhimento LGBTQIA+

Edital lançado dia 18 de março pretende fortalecer as casas de acolhimento para pessoas LGBTQIA+ da sociedade civil. O processo seletivo, que segue até...
-+=