Estudante de Guiné Bissau assassinado por policiais em Cuiabá

Os três envolvidos na morte do estudante universitário Toni Bernardo da Silva, 27, foram autuados em flagrante por homicídio, na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O rapaz foi morto na noite de quinta-feira (22), na Pizzaria Rola Papo, no bairro Boa Esperança, em Cuiabá.

Ele é natural de Guiné Bissau, país na costa ocidental da África, e fazia intercâmbio no Brasil. Cursava Letras na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Havia a hipótese do entendimento de se tratar de lesão corporal seguida de morte, quando não há intenção de matar. Uma testemunha relatou à Polícia que foram mais de 15 minutos de espancamento.

Toni foi espancado e morreu em conseqüência de pancadas provocados por objeto contuso – no caso, as mãos e pés dos acusados -, que causaram traumatismo craniano.

Foram presos o empresário Sérgio Marcelo Silva da Costa, 27, e os policiais militares Higor Macell Mendes Montenegro, 24, e Wesley Fagundes Pereira, 24. Os três foram interrogados na presença de um representante da Corregedoria da Polícia Militar, na manhã desta sexta-feira (23).

Ao delegado Antônio Esperândio, os três acusados disseram que apenas imobilizaram a vítima, contrariando o relato de testemunhas, que informaram que o estudante foi seguro pelos PMs e espancado pelo empresário.

Segundo o delegado, os dois policiais militares, que estavam em trajes civis e sentados numa mesa, se identificaram como PMs e imobilizaram o estudante.

Em seguida, os três passaram a desferir socos e pontapés, para o espanto dos demais clientes.

De acordo com a DHPP, o estudante universitário teria abordado um casal no restaurante para pedir R$ 10,00. Depois, sentou-se na cadeira ao lado e teria tentado se aproximar da namorada do rapaz.

Em seguida, teria tentado agarrar a moça, sendo contido pelo companheiro, que teria entrado em lutar corporal com o rapaz, no que foi ajuda dos dois militares.


Ex-namorada grávida de 8 meses passa mal ao saber que estudante da UFMT foi assassinado durante briga

A ex-namorada do estudante da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) Toni Bernardo da Silva, 27 anos, assassinado na noite dessa quinta-feira (22) após ser espancado em uma pizzaria, em Cuiabá, passou mal na manhã de hoje ao receber a informação da morte do ex. J.G., 38, está grávida de oito meses do universitário, que é natural de Guiné Bissau.

O filho da ex-namorada do universitário foi quem confirmou a informação ao Olhar Direto. Ele não soube informar para qual hospital a mãe foi encaminhada e admitiu que o filho que ela espera, um menino, é mesmo do estudante.

Toni foi morto durante uma confusão envolvendo os policiais militares Higor Marcel Mendes Montenegro, 24 anos, e Wesley Fagundes Pereira, 24, e Sérgio Marcelo Silva da Costa, 27, filho de um delegado aposentado da Polícia Civil.

Segundo o delegado Antônio Esperandio, que realizou o flagrante, os três envolvidos foram autuados por homicídio e, segundo testemunhas, eles teriam batido em Toni, que teria abraçado a esposa de Sérgio, para pedir dinheiro.

Conforme registros da PM, Toni possui quatro passagens pela polícia, sendo que dois boletins foram registrados pela ex-namorada, que o acusava de agressão e ameaça. Um dos B.O.s foi registrado em agosto deste ano e J.G. já não mantinha mais relacionamento com o universitário, apenas contato via telefone para saber como estava a gestação, informou o filho dela.

O laudo preliminar do Instituto Médico Legal (IML) constatou que Toni morreu por asfixia devido a uma fratura na traquéia.

Fonte: Média News

+ sobre o tema

Justiça decide não indiciar policiais que mataram homem negro com 46 tiros nos EUA

Os oito policiais envolvidos na morte de Jayland Walker, homem...

Os racistas têm o abismo. Nós temos que ter o amor

Recebi essa mensagem ontem a noite de uma mulher...

para lembrar

Contra a fome, sem barganha

Não é de hoje que Lula põe o enfrentamento...

Quilombolas

Demorou, mas saiu. O IBGE divulgou, em 27 de...

Traficantes dão ordem para fechar terreiros na Baixada Fluminense

Último caso aconteceu na semana passada em Duque de...
spot_imgspot_img

Fifa apresenta pacote de medidas contra o racismo no esporte

A Federação Internacional de Futebol apresentou um pacote de medidas contra o racismo no esporte. O mundo do futebol está reunido em Bangkok, na Tailândia, onde...

Tragédia no Sul é ambiental, mas sobretudo política

Até onde a vista alcança, o Rio Grande do Sul é dor, destruição. E vontade de recomeçar. A tragédia socioclimática que engolfou o estado, além da...

Para os filhos que ficam

Os seus pais vão morrer. É ainda mais difícil se dar conta disso depois de um Dia das Mães, como foi o último domingo....
-+=