Guest Post »
Festival de desconhecidos e um título: a camisa 23 de LeBron na história dos Lakers
Créditos da foto: Reprodução / Twitter

Festival de desconhecidos e um título: a camisa 23 de LeBron na história dos Lakers

Astro será o 15º jogador a usar o número na franquia para deixar um novo legado com seu nome na NBA

Do SporTV

Acamisa 23 é histórica por ter sido a escolhida por Michael Jordan em sua carreira no basquete. Sabidamente um perseguidor das marcas do ex-jogador, LeBron James também entrou com o mesmo número na NBA, a liga americana de basquete. Só não usou em sua passagem pelo Miami Heat pela decisão da franquia de aposentá-lo em uma homenagem a Jordan, mesmo sem ele jamais ter defendido o time.

Mas nem sempre, essa camisa foi utilizada por jogadores icônicos em todas as franquias. No Los Angeles Lakers, novo time de LeBron, 14 jogadores usaram o número na história, mas nenhum deles foi capaz de deixar uma marca suficiente para fazer a franquia aposentá-lo. Veja abaixo quem foram os antecessores do Rei.

LeBron James no Los Angeles Lakers (Foto: Reprodução / Twitter)

Ed Kalafat 1954-1957
Jogou apenas três temporadas pelo então Minneapolis Lakers. Sem grande relevância, deixou o basquete para se juntar ao exército americano, onde encerrou seus serviços como capitão.

Boo Ellis 1958-1960
Também jogador dos tempos de Minneapolis Lakers. Foram apenas duas temporadas. Depois tentou a sorte na Continental League e atuou por três anos com o Marcus Haynes Fabulous Magicians, time de exibição, viajando pelo país.

Jim Barnes 1966-1968
Depois de um bom começo de carreira com o New York Knicks, tendo sido a primeira escolha do Draft de 1964, não repetiu o sucesso nos Lakers, onde ficou uma temporada e meia. Integrou a seleção americana que conquistou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio em 1964.

Stu Lantz 1974-1976
Jogou as suas duas últimas temporadas na NBA pelos Lakers sem grande impacto. Atualmente, é comentarista de um canal de Los Angeles para os jogos dos Lakers, cargo que ocupa desde 1987.

Stu Lantz, hoje comentarista de uma TV em Los Angeles (Foto: Getty Images)

Lou Hudson 1977-1979
Também tinha talento para o futebol americano, tendo sido escolhido pelo Dallas Cowboys no Draft da NFL. Atuou pelos Lakers em suas duas últimas temporadas, mas sem o mesmo sucesso que teve com a camisa do Atlanta Hawks, onde inclusive seu número 23 está aposentado.

Tony Jackson 1980
Disputou apenas dois jogos pelos Lakers, seus únicos na NBA, marcando um total de dois pontos

Jerome Henderson 1986
Ainda jogou menos do que seu antecessor, fez apenas um jogo pelos Lakers, mas marcou quatro pontos. Depois entrou em quadra em mais seis oportunidades pelo Milwaukee Bucks.

Reggie Jordan 1994
Fez sua estreia na NBA com a camisa dos Lakers em 1994, quando conseguiu sua maior marca na competição com 28 pontos. Sem relevância na liga, onde atuou até 2000, percorreu o mundo e se consolidou no basquete fora dos Estados Unidos.

Cedric Ceballos 1994-1996

Stu Lantz, hoje comentarista de uma TV em Los Angeles (Foto: Getty Images)

Talvez o nome com melhor desempenho com a camisa 23 dos Lakers até a chegada de LeBron. Campeão do torneio de enterradas em 1992, quando enterrou a bola com os olhos vendados, chegou a ter média de mais de 20 pontos nas duas temporadas em que atuou pelo time de Los Angeles.

Mario Bennett com a camisa 23 dos Lakers (Foto: Getty Images)

Mario Bennett 1997-1998
Assinou contrato com os Lakers em setembro de 1997. Ficou no time por apenas uma temporada, tendo disputado 45 jogos, mas com média de apenas oito minutos de quadra.

Mitch Richmond 2001-2002
Apesar de ser um jogador com o nome no Hall da Fama, ele não teve um grande impacto no Los Angeles Lakers. Ele defendeu o time na última temporada de sua carreira, quando conquistou o seu primeiro e único título. No entanto, atuou em apenas quatro minutos durante os playoffs. No jogo que garantiu a vitória por 4 a 0 nas finais sobre o New Jersey Nets, terminou com a bola na mão.

Mitch Richmond com a camisa 23 dos Lakers (Foto: Getty Images)

Von Wafer 2005-2006
Disputou apenas 16 jogos pelo Los Angeles Lakers em sua única temporada com o time. Perambulou por outras seis franquias, sem conseguir se firmar na liga.

Von Wafer em jogo do Los Angeles Lakers (Foto: Getty Images)

Lou Williams 2015-2017
Em 2015, assinou contrato de três anos e US$ 21 milhões. Teve algum sucesso em um time sem maiores ambições no período, saindo do banco de reservas na maior parte do tempo. Teve a chance de atuar ao lado de Kobe Bryant, que se despediu do basquete em abril de 2016. Em 2017, foi envolvido em uma troca com o Houston Rockets.

Gary Payton II 2018
Assinou um contrato em janeiro de 2018 com os Lakers, passando a maior parte do tempo na Liga de Desenvolvimento, a G-League. Atuou em 11 jogos na NBA pelo time de Los Angeles. No último jogo da temporada passada, fez 25 pontos e pegou 12 rebotes na vitória sobre o LA Clippers, recordes de sua curta carreira.

Artigos relacionados