Filho de ficha suja eleito após manobra toma posse como prefeito de Paulínia

A Justiça Eleitoral de São Paulo diplomará nesta 3ª feira (16.jul.2013) Edson Moura Júnior (PMDB), na foto ao lado, como novo prefeito da cidade de Paulínia, no interior paulista. Na sequência, a Câmara Municipal da cidade fará a cerimônia de posse.

O ato consolida brecha aberta em 22.mai.2013 pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para que políticos fichas sujas em todo o país disputem a eleição e, às vésperas do pleito, sejam substituídos por alguém de confiança em seu lugar. O caso de Paulínia é um exemplo, mas se repete em várias cidades do país.

Moura Júnior foi eleito graças a uma manobra do seu pai, Edson Moura (PMBD), condenado 2 vezes pelo Tribunal de Justiça de São Paulo por improbidade administrativa. Edson Moura disputou a eleição por força de uma decisão liminar (provisória) a seu favor. Renunciou às 18h11 do sábado, 6 de outubro de 2012, a pouco mais de 12 horas da abertura das urnas. Em seguida, o PMDB registrou o seu filho como candidato substituto.

O sistema de urnas eletrônicas e a Lei Eleitoral no Brasil impedem que os dados do candidato sejam substituídos depois de uma determinada data. Nesse caso, as urnas mostram no dia da eleição o número, o nome e foto de um candidato que renunciou à disputa. Os eleitores de Paulínia votaram em Edson Moura, mas elegeram seu filho.

Uma minirreforma eleitoral em trâmite na Câmara pode fechar essa brecha. O projeto estabelece que o prazo para um candidato deixar de concorrer a uma eleição seja suficiente para que a Justiça Eleitoral mude a imagem na urna.

(Bruno Lupion)

Por: Fernando Rodrigues

 

 

Fonte: UOL

+ sobre o tema

Marieta Severo fala de papel na novela, racismo e dos ataques que sua família recebe nas redes

Atriz cita retrocessos na sociedade, celebra ressurgimento do feminismo...

Marina diz em NY que não mudará a economia

Por: CRISTINA FIBE Candidata do PV pede fim de...

Às agressões humanas, a Terra responde com flores

Mais que no âmago de uma crise de proporções...

Lula chega a 47% na Vox Populi; maioria considera prisão injusta

“A prisão de Lula, da forma como ocorreu, parece...

para lembrar

‘Não aguento mais ficar em casa’, diz Lula

Apenas três dias após ter sido submetido à primeira...

Juíza lança “O Negro no Século XXI”

Fonte: Portal Imbuí - "O Negro no Século XXI"....

Miséria é a principal herança da escravidão, diz Dilma

A presidente da República Dilma Rousseff definiu a "invisibilidade...

Lançamento do marco regulatório do pré-sal

Brasília, 31 de agosto de 2009 ...

Fim da saída temporária apenas favorece facções

Relatado por Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o Senado Federal aprovou projeto de lei que põe fim à saída temporária de presos em datas comemorativas. O líder do governo na Casa, Jaques Wagner (PT-BA),...

Morre o político Luiz Alberto, sem ver o PT priorizar o combate ao racismo

Morreu na manhã desta quarta (13) o ex-deputado federal Luiz Alberto (PT-BA), 70. Ele teve um infarto. Passou mal na madrugada e chegou a ser...

Equidade só na rampa

Quando o secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, perguntou "quem indica o procurador-geral da República? (...) O povo, através do seu...
-+=