Foragido, lutador acusado de surrar atriz pornô é suspeito em mais 7 crimes

Jonathan Koppenhaver já tem uma extensa ficha na polícia de Las Vegas. O lutador de MMA, conhecido pelo apelido de War Machine, é acusado de bater em sua namorada, a atriz pornô Christy Mack. Ele também é suspeito de cometer outros sete crimes, de acordo com levantamento feito pelo site TMZ.

Além da suspeita de agredir a namorada, War Machine tem as seguintes acusações: duas agressões (uma delas por estrangulamento), dois casos de violência doméstica com as vítimas sofrendo ferimentos graves, coerção mediante uso da força, agressão e discussão (em ambos os casos com uso de arma letal).

O lutador está foragido e, com uma ficha dessas, sua situação se complica ainda mais. Segundo a polícia local, há uma recompensa de US$ 10 mil para quem o localizar. Pelo Twitter, Koppenhaver pediu desculpas e reforçou a tese de que foi traído pela namorada.

A atriz pornô divulgou algumas imagens de como ela ficou após as supostas agressões de War Machine. Christy teve fraturas em pelo menos 20 ossos no rosto e em outras partes do corpo, além de hematomas e dentes quebrados. Ela também afirma que o lutador também a ameaçou com uma faca.

Em nota, a atriz descreveu como foi agredida por War Machine, com quem havia rompido o relacionamento em maio. Segundo Christy, Koppenhaver foi à casa dela de surpresa e a encontrou com outra pessoa. O lutador agrediu o amigo da atriz e, em seguida, passou a agredi-la.

Ainda de acordo com a versão da atriz pornô, War Machine ameaçou estuprá-la e cortou o cabelo dela. Christy conseguiu fugir e procurou a ajuda de um vizinho, que a levou para um hospital.

Na internet, foi criado um fundo para levantar US$ 100 mil para ajudar Christy com as despesas de internação e compensar o tempo no qual ela ficará sem trabalhar. Até o momento, foram arrecadados quase US$ 12 mil.

Fonte: Uol

+ sobre o tema

Escola LGBT brasileira oferece cursos para valorizar diversidade

Fundador da primeira escola LGBT do Brasil, localizada em...

A proibição do turbante mata

Nessa semana, recebi um "pedido mandatório" da diretoria da...

“Meu gênero é feminino. Sou mulher”, diz primeira coordenadora travesti da SDH

Symmy Larrat conta sua trajetória em entrevista exclusiva à Agência...

Alicia Keys libera lindo filme sobre feminismo, racismo e violência policial

Alicia Keys lançou hojedia 4 de novembro seu novo...

para lembrar

Importância da igualdade de gêneros no mercado de trabalho

A presença da mulher no mercado de trabalho é pauta recorrente...

Carolina do Brasil

Antes da internet com seus blogs, redes sociais, aplicativos...

Sobre nome social e desinformação

dois parlamentares do cerrado querem anular o decreto da...
spot_imgspot_img

Aborto legal: ‘80% dos estupros são contra meninas que muitas vezes nem sabem o que é gravidez’, diz obstetra

Em 2020, o ginecologista Olímpio Moraes, diretor médico da Universidade de Pernambuco, chegou ao hospital sob gritos de “assassino” porque ia interromper a gestação...

O que está em jogo com projeto que torna homicídio aborto após 22 semanas de gestação

Um projeto de lei assinado por 32 deputados pretende equiparar qualquer aborto realizado no Brasil após 22 semanas de gestação ao crime de homicídio. A regra valeria inclusive para os...

Moraes libera denúncia do caso Marielle para julgamento no STF

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), liberou nesta terça-feira (11) para julgamento a denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra...
-+=