domingo, outubro 2, 2022
InícioQuestão RacialCasos de RacismoGarçonete vítima de racismo ganha R$ 21 mil de gorjetas em campanha...

Garçonete vítima de racismo ganha R$ 21 mil de gorjetas em campanha online

 

Toni Christina Jenkins, 19, postou no Facebook a foto de uma conta com xingamento racista.

Vítima de racismo, uma garçonete norte-americana da cidade de Franklin, no Tennessee (EUA), recebeu US$ 10 mil (cerca de R$ 21 mil) de “gorjetas” depois que uma campanha online contra o preconceito foi feita em apoio a ela.

Segundo o “Daily Mail”, Toni Christina Jenkins, 19, funcionária da rede de restaurantes Red Lobster, postou no Facebook a foto de uma conta em que um casal escreveu um xingamento racista [que está desfocado na foto] e marcou “nada” no espaço da gorjeta.

“Isso é o que eu recebi de gorjeta ontem à noite… estou tão feliz de viver nos orgulhosos Estados sulistas. Deus abençoe a América, terra dos livres e casa da classe baixa racista do Tennessee”, escreveu no post no Facebook.

Toni afirma ter estranhado a atitude do casal, que a tratou de forma “extremamente rude”. “Eu me apresentei e eles não responderam. Quando fui anotar o pedido, eles disseram o prato que queriam e que era para viagem. Ofereci uma sobremesa e, abruptamente, me disseram que queriam apenas a conta”, lembra a garçonete.

Matthew Hanson, fundador do AddictingInfo.org, diz ter ficado indignado ao ver o comentário racista na conta e iniciou uma campanha online para arrecadar dinheiro para doar à garçonete, chamada “Tip for Toni” (Gorjeta para Toni). Até o momento, a campanha arrecadou cerca de US$ 10 mil em três dias no ar.

“Eu estava apenas chamando a atenção para o racismo que ainda ocorre nesta geração. Para as pessoas que acham que ele não existe, meu coração está com eles e lhes desejo o melhor”, disse Toni sobre o post

 

Fonte: Bol

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench