Geledés promove em sua sede segunda edição de formação de gestores em equidade de raça e gênero na educação

Formação proposta pela organização visa alcançar a promoção da equidade racial e de gênero

Geledés – Instituto da Mulher Negra realiza em sua sede, na cidade de São Paulo, o curso Formação de Gestoras e Gestores em Equidade de Raça e Gênero na Educação. A iniciativa, que teve início no último dia 5 e vai até o final de outubro, busca contribuir com a elaboração de programas e políticas públicas que atuem no enfrentamento das desigualdades de gênero e raça na Educação. A partir de análise interseccional dos indicadores educacionais e de trabalho intersetorial, a formação proposta pela organização visa alcançar a promoção da equidade racial e de gênero na Educação no Estado de São Paulo.

Este segundo curso, ministrado pela socióloga e coordenadora de Geledés, Suelaine Carneiro, e pela Doutora em Antropologia Social, Jaqueline Lima Santos, conta a participação de representantes da Secretaria Municipal da Educação dos municípios de Campinas, Taboão da Serra, São Caetano do Sul e Diadema.  

A formação faz parte do projeto Defesa do Direito à Educação das Meninas Negras, voltado ao monitoramento e fortalecimento das políticas públicas de Educação a partir de três pilares: incidência nas agendas de gênero e raça; proposição de políticas públicas e programas em defesa do direito à educação de meninas negras; e fortalecimento da convivência democrática. 

O projeto conta com o apoio do Fundo Malala – organização que investe e apoia ações que garantam os estudos e o aprendizado de meninas, com presença em oito países (Afeganistão, Brasil, Etiópia, Índia, Líbano, Nigéria, Paquistão e Turquia) e da Rede de Ativistas pela Educação do Fundo Malala.

São quatro módulos, com as seguintes temáticas: As desigualdades e as agendas de gênero e raça nas políticas educacionais: uma abordagem sócio-histórica; Indicadores Educacionais e Diagnóstico das Desigualdades na Educação Básica; Mapeando as desigualdades de raça, gênero e território nos municípios parceiros e O papel da intersetorialidade nas ações de enfrentamento às desigualdades.

+ sobre o tema

Da proteção à criação: os pós-docs negros da USP nas fronteiras da inovação

Desenvolvimento de produtos, novas tecnologias para a geração de...

Programa Erasmus oferece bolsas integrais na Europa

O Erasmus, programa promovido pela União Europeia para fomento a...

Projeto SETA tem novo financiador e amplia trabalho aprofundando olhar interseccional

O Projeto SETA (Sistema de Educação por uma Transformação Antirracista),...

para lembrar

Trabalhe no Instituto Moreira Salles

IMS Paulista Do IMS Em julho de 2017, o Instituto Moreira...

18 livros de Pierre Bourdieu para download gratuito [+ 21 artigos sobre sua obra]

Pierre Bourdieu foi um sociólogo francês da segunda metade...

E quem disse que Chapeuzinho Vermelho não pode ser negra?

RESUMO: A presente tessitura nasce a partir de uma...
spot_imgspot_img

Provas do Enem 2024 serão em 3 e 10 de novembro; confira o cronograma

O cronograma do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2024 foi divulgado nesta segunda-feira (13). As provas serão aplicadas nos dias 3 e 10...

Da proteção à criação: os pós-docs negros da USP nas fronteiras da inovação

Desenvolvimento de produtos, novas tecnologias para a geração de energia, manejo ecologicamente correto na agricultura e prevenção à violência entre jovens nativos digitais. Essas...

Inscrições para ingresso de pessoas acima de 60 anos na UnB segue até 15 de maio; saiba como participar

Estão abertas as inscrições do Processo Seletivo para Pessoas Idosas que desejam ingressar nos cursos de graduação da Universidade de Brasília (UnB) no período...
-+=