Homem que mantinha site contra negros, nordestinos e gays é condenado

A Justiça Federal condenou a seis anos e sete meses de prisão em regime semiaberto, o brasiliense Marcelo Vale Silveira Mello, pelos crimes de incitação à prática de crime, discriminação ou preconceito de raça e publicação de fotografia com cena pornográfica com crianças e adolescentes.

De acordo com o site Correio Braziliense, o analista de sistemas foi condenado por manter um site no ar com um comparsa, Emerson Eduardo Rodrigues, que continha conteúdo pregando ódio a negros, nordestinos, judeus, gays e mulheres. Além disso, Marcelo foi multado em cerca de R$ 4mil.  A prisão que aconteceu em março de 2012, na Operação Intolerância, da Polícia Federal, foi mantida e o réu continua preso na Penitenciária de Piraquara (PR).

O brasiliense nega as acusações e afirma que foi contratado por pessoas na internet para manter o site funcionando. Segundo ele, o pagamento era feito por uma pessoa identificada como Ministro Claudio, sem nenhum contato pessoal. A página era hospedada nos Estados Unidos, que de acordo com o Ministério Público, era uma maneira de despistar as investigações.

Os comparsas Marcelo e Emerson ainda são acusados de planejar uma chacina contra estudantes do curso de Ciência Sociais da Universidade de Brasília. Com o analista de sistemas foi encontrado um mapa de uma casa onde acontece festas universitárias e confiscados mais de R$ 500 mil da conta do brasiliense.

Fonte: IBahia

+ sobre o tema

para lembrar

Preconceito infeliz

Infelizmente, casos de discriminação ainda são uma constante em...

19 cursos on-line e gratuitos sobre Direito e seus ramos

Está pensando em estudar Direito e quer conhecer um...

Roteiros para o ensino de filosofia africana e afrodiaspórica

Filósofo, professor e pesquisador, Renato Noguera propõe, em livro...
spot_imgspot_img

Geledés publica boletins sobre a Primeira Infância nos estados brasileiros

Geledés Instituto da Mulher Negra está realizando as ações da segunda etapa do projeto “Primeira Infância no Centro: garantindo o pleno desenvolvimento infantil, uma...

PL do novo PNE apresenta avanços em equidade e dá primeiro passo em financiamento, mas precisa de melhorias estruturais e traz também retrocessos

O Projeto de Lei (PL) nº 2.614/2024, que prevê um Plano Nacional de Educação (PNE) para o período de 2024-2034, apresenta avanços relacionados à...

Jovens cientistas receberão apoio de mais de R$ 21 milhões para pesquisas   

O Instituto Serrapilheira anunciou, nesta quarta-feira (26), os 33 pesquisadores selecionados em dois editais que vão injetar mais de R$ 21 milhões em ciência no Brasil. Uma...
-+=