IDAFRO, uma Instituição Nacional de Defesa das Religiões de Matrizes Africanas

O IDAFRO é uma entidade sem fins lucrativos, constituída por advogados, contadores, bombeiros-militares, arquitetos e sociólogos preparados para informar, orientar e assessorar as religiões afro-brasileiras nos mais diversos assuntos.

Da Revista Raça

Imagem retirada do site Raça

A missão do IDAFRO é a defesa da liberdade de consciência e crença, a luta pela superação da intolerância religiosa e a promoção da tolerância e da cultura de paz, incluindo a concretização dos direitos das religiões afro-brasileiras e seu acesso à Justiça.

Podem associar-se ao Idafro organizações religiosas legalmente constituídas ou não, sacerdotes, sacerdotisas e fiéis das religiões afro-brasileiras, advogados, estudantes de Direito, bem como quaisquer pessoas que concordem com os objetivos da entidade.

Dentre os serviços prestados pela entidades, podemos destacar:

obtenção de descontos de cerca de 30% nas tarifas de energia, água, gás e telefone, mesmo que o templo seja alugado (RJ, MG, RS, PR, SC, DF, PA e AP);

  • Obtenção de descontos em tarifas de água, em vários municípios paulistas e brasileiros que oferecem este benefício, mesmo que o templo seja alugado;
  • Isenção de Imposto de Renda, IPTU, IPVA, Taxa de Lixo e ITR, do templo e da residência do Sacerdote/Sacerdotisa (todo o país); preparação dos estatutos para que a organização religiosa possa buscar recursos e parcerias junto a órgãos públicos.
  • Informações permanentes sobre editais publicados por prefeituras, governos estaduais e governo federal que podem beneficiar organizações religiosas; legalização da organização religiosa, habilitação legal do Sacerdote/Sacerdotisa, legalização do templo e orientações sobre acessibilidade.
  • Obtenção da licença do Corpo de Bombeiros e informações sobre estados e municípios que não exigem alvará de funcionamento de templos religiosos.
  • Plantão 24 horas em casos de intolerância religiosa.

Lançamento, dia 9 de abril as 19 horas
Buffet Manaus
Rua dos Franceses, 350
Entrada franca, por ordem de chegada

+ sobre o tema

Os dilemas do movimento negro com a Seppir – I – Por: Dennis de Oliveira

Esta semana acontece a III Conapir (Conferência Nacional de...

Travessias da cor: África e identidade negra no Ceará

Por:  Melquíades Júnior Andy discorda do termo "moreno" que tentam lhe...

Olívia Santana é condecorada com a Medalha Zumbi dos Palmares

Ativista do movimento negro e idealizadora da primeira honraria...

para lembrar

Livro destaca a resistência do povo negro

Para irromper as vozes de narrativas dominantes que abordam...

Reflexão sobre o texto da Afropress e Luiza Bairros por Eduardo Santiago

REFLEXÕES SOBRE O TEXTO INTITULADO: Com avaliação de apagada,...
spot_imgspot_img

Geledés discute racismo religioso na ONU

Geledés – Instituto da Mulher Negra segue com sua agenda nas Nações Unidas neste ano. Neste dia 8 de março, o instituto realiza na...

Na mira do ódio

A explosão dos casos de racismo religioso é mais um exemplo do quanto nossos mecanismos legais carecem de efetividade e de como é difícil nutrir valores...

Intolerância religiosa representa um terço dos processos de racismo

A intolerância religiosa representa um terço (33%) dos processos por racismo em tramitação nos tribunais brasileiros, segundo levantamento da startup JusRacial. A organização identificou...
-+=