Imprensa britânica exalta goleada sobre racismo. Veja capas

Nesta segunda-feira, torcedores da Bulgária entoaram cantos racistas

Por Gustavo Loio,  do O Globo 

Capas de jornais britânicos Foto: retirada do site O Globo

Nesta segunda-feira, a nota triste da rodada das eliminatórias para a Eurocopa-2020 aconteceu em Sofia, capital da Bulgária. Parte da torcida local fez gestos nazistas e entoou cantos racistas na goleada por 6 a 0 imposta pela Inglaterra .

E grande parte da imprensa esportiva britânica exaltou a goleada sobre o racismo.

O “Sun Sport”, por exemplo, destacou:

“Para Inglaterra dizemos respeito”.

O “Daily Express Sport” ressaltou:

“Perdedores”, com foto dos torcedores que entoaram cantos racistas.

“Inglaterra 6 x 0 Racismo” foi outro destaque.

Abaixo, veja as capas:

O jogo chegou a ser interrompido duas vezes. Os primeiros cantos racistas aconteceram em torno dos 35 minutos da etapa inicial. O repórter de uma emissora de TV inglesa relatou ter ouvido som de macados quando Mings e Rashford estavam com a bola.

Harry Kane, capitão inglês, relatou o ocorrido ao árbitro croata Ivan Bebek, enquanto o técnico Gareth Southgate falou com o delegado do jogo. Foi anunciado que a partida poderia ser suspensa, caso os gritos continuassem, e a torcida respondeu com vaias.

Ivelin Popov, capitão búlgaro, pediu que os torcedores parassem. Mas não pararam. Na etapa final, os gritos racistas também foram direcionados a Sterling.

A Football Association (FA) manifestou-se através de um porta-voz:

– A FA pode confirmar que jogadores da Inglaterra foram submetidos a abomináveis cânticos racistas enquanto jogavam pelas eliminatórias da Euro contra a Bulgária. Isso é inaceitável em qualquer nível do jogo e nosso foco imediato é apoiar os jogadores e staff envolvidos. Como nós infelizmente estamos cientes, esta não é a primeira vez que nossos jogadores são submetidos a esse nível de abuso e não há lugar para esse tipo de comportamento na sociedade, muito menos no futebol, e pediremos à Uefa para investigar com urgência.

+ sobre o tema

Lei estabelece sistema de cotas nos cursos de pós-graduação no RJ

Medida é válida para cursos nas universidades estaduais. Filhos de...

Software de reconhecimento facial é banido na cidade de George Floyd

A Câmara Municipal de Minneapolis, no estado americano de...

Cresce o número de sites que pregam o racismo e ataques terroristas

De acordo com o relatório "Digital Terrorism and...

para lembrar

Tecnologia facilita o combate ao racismo (2)

NOVA YORK - A Associação Nacional para o Progresso...

Folha, eu discordo de você e não te sigo! Cotas sim!

por Letícia Peçanha É de uma desonestidade intelectual tremenda querer...

Juarez Xavier: “Não existe meritocracia em sociedades desiguais”

Em entrevista à #tvCarta, o professor de Jornalismo Juarez...

‘Tranças da liberdade’: como penteados ajudaram escravizados em fugas

A 50 km das águas do Caribe colombiano, na...
spot_imgspot_img

Nem a tragédia está imune ao racismo

Uma das marcas do Brasil já foi cantada de diferentes formas, mas ficou muito conhecida pelo verso de Jorge Ben: "um país tropical, abençoado...

Futuro está em construção no Rio Grande do Sul

Não é demais repetir nem insistir. A tragédia socioclimática que colapsou o Rio Grande do Sul é inédita em intensidade, tamanho, duração. Nunca, de...

Kelly Rowland abre motivo de discussão com segurança em Cannes: ‘Tenho limites’

Kelly Rowland falou à imprensa sobre a discussão que teve com uma segurança no tapete vermelho do Festival de Cannes durante essa semana. A cantora compartilhou seu...
-+=