sexta-feira, novembro 26, 2021
InícioQuestão RacialInstituto Ibirapitanga realiza chamado ao diálogo e ação sobre as relações raciais...

Instituto Ibirapitanga realiza chamado ao diálogo e ação sobre as relações raciais no Brasil

Do ponto de vista das relações raciais no Brasil e no mundo, o ano de 2020 reservou episódios que deixaram transparecer as feridas abertas que as desigualdades raciais trazem para a população negra. Entretanto, a sociedade não é produzida por uma só nota e, ao passo que o racismo desumaniza e expõe pessoas negras a todo tipo de violências simbólicas e físicas, as mobilizações antirracistas ganharam força e visibilidade em diferentes partes do mundo. Esse momento evidenciou a importância da ampliação dos diálogos em torno da questão racial e suas particulares dimensões.

Voltado desde 2017 à promoção da equidade racial, o Instituto Ibirapitanga tem como um de seus eixos centrais de atuação o fortalecimento de movimentos antirracistas. A partir dele, apoia uma série de iniciativas e organizações fundamentais para o enfrentamento ao racismo estrutural no Brasil, com o protagonismo negro necessário a esse trabalho. Em outubro de 2020, o Instituto dá um novo passo para contribuir com estes movimentos – a realização do encontro “Branquitude: racismo e antirracismo”.

O encontro “Branquitude: racismo e antirracismo” é um convite a refletir as relações raciais no Brasil. Parte da compreensão de que desconstruir o racismo é responsabilidade do conjunto da sociedade e não apenas da população negra, como habitualmente se supõe.

Para o Ibirapitanga, a discussão sobre branquitude, no contexto atual, poderá contribuir a um duplo movimento. Por um lado, ampliando o entendimento sobre as tecnologias sociais de reprodução e aprofundamento do racismo na sociedade e, por outro, sobre as possibilidades de efetivação de parcerias e alianças no combate a elas, buscando compreender os limites, possibilidades, fraquezas e sutilezas desse movimento.

A discussão atingiu novos níveis de alcance pelos acontecimentos ao redor do mundo. “Branquitude: racismo e antirracismo” pretende decantar o fluxo de ideias e apontar os caminhos possíveis.

Marcado para os dias 26, 27 e 28 de outubro, o encontro contará com diálogos que buscam ampliar o debate público sobre branquitude, para adicionar reflexões aos movimentos antirracistas. Desse modo, busca afirmar a responsabilidade, em especial de indivíduos brancos e instituições responsáveis pela reprodução do racismo, para sua superação.

O instigante painel de diálogos com os atuais desafios, necessidades e oportunidades de avanço neste campo no Brasil, em conexão com as realidades transnacionais, conta com importantes vozes nacionais e internacionais. Participam dele Ana Paula Lisboa, Cida Bento, Deivison Faustino, Flávia Oliveira, Jurema Werneck, Lia Vainer Schucman, Liv Sovik, Lourenço Cardoso, Luciana Brito, Nic Stone, Robin Diangelo, Sueli Carneiro, Tiago Rogero, Thiago Amparo e Thula Pires.

A seleção de curadoria se voltou a proporcionar encontros entre autoras, autores, pesquisadoras, pesquisadores e intelectuais negras/os e brancas/os com experiências,
trajetórias, projetos e interesses diversos, que tenham reflexão e atuação em diferentes áreas sobre os temas centrais do encontro: branquitude, racismo e antirracismo. O objetivo é construir pontes de conhecimentos e aproximações que possibilitem avanços nas discussões e solidifiquem a reflexão crítica sobre branquitude como ferramenta analítica e política fundamental no enfrentamento às iniquidades raciais.

Assumir uma postura ética e responsável orientada à ação – de questionamento ao privilégio branco e enfrentamento ao racismo estrutural. Essa é parte fundamental do chamado que “Branquitude: racismo e antirracismo” faz. O encontro é organizado pelo Instituto Ibirapitanga e conta com a co-curadoria de Lia Vainer Schucman.

Saiba mais sobre o encontro, seus participantes e a programação aqui.

 

Instituto Ibirapitanga

Fundado pelo cineasta Walter Salles, o Instituto Ibirapitanga é uma organização dedicada à defesa de liberdades e ao aprofundamento da democracia no Brasil. Desde 2017, apoia iniciativas a partir de seus dois programas – Equidade racial e Sistemas alimentares. Por meio de doações, o Instituto apoia organizações, movimentos e coletivos da sociedade civil brasileira que desejam produzir transformações estruturais positivas no país.

https://www.ibirapitanga.org.br/

 

Serviço

 

Branquitude: racismo e antirracismo
26 de outubro, às 18h.
27 e 28 de outubro, às 16h e 18h.
Transmissão ao vivo. Mais informações em breve.

 

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!
RELATED ARTICLES