Jornalista Luciana Barreto ganha prêmio ‘Sim à Igualdade Racial’

A jornalista Luciana Barreto, âncora da primeira edição do telejornal Repórter Brasil, da TV Brasil, recebeu o prêmio “Sim à Igualdade Racial”, concedido pelo Instituto Identidades Brasil, a personalidades que lutam pela igualdade racial.

Do Portal IMPRENSA

Foto:Divulgação/TV Brasil

A apresentadora foi premiada na categoria “Raça em Pauta”, em que concorreu com a jornalista da TV Globo, Fátima Bernardes, e com o diretor, dramaturgo e roteirista de cinema e televisão Elísio Lopes.

“A minha militância pessoal, que tem a ver com a minha história de vida e com a minha indignação diante dos números relacionados à população negra, está misturada com a possibilidade de denunciar isso todos os dias no jornalismo público”, declarou a jornalista.

Luciana trabalha na TV Brasil desde 2007 e participou das transmissões inaugurais da emissora. Em sua trajetória no canal, a jornalista cobriu diversas pautas sobre racismo e igualdade racial. Neste mês, ela conduziu a série de reportagens do seu telejornal il sobre 130 anos da abolição da escravatura.

Em novembro do ano passado, durante a Semana da Consciência Negra, a jornalista apresentou o especial Um Abraço Negro. Nele, recebeu personalidades para debater a situação dos afrodescendentes no país, destacar conquistas e reverenciar grandes expoentes.

Em 2016, a jornalista fez a abertura dos filmes da sessão Nossa Língua, faixa de documentários indicados pelas emissoras públicas dos países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). As produções traziam uma ampla visão contemporânea da diversidade cultural, social e política das nações de língua portuguesa no mundo.

As 12 categorias da premiação foram: Intelectualidade Negra; Projetos de Impacto; Inspiração; Educação e Oportunidades; Representatividade em Novos Formatos; Raça em Pauta; Música; Produção Cultural; Comprometimento Racial; Lideranças Negras; Liderança e Influência; e GPTW – Great Place to Work.

 

+ sobre o tema

Defensoria para todos será promulgada hoje, às 12 horas, no Congresso Nacional

A PEC 04/2014 – Defensoria para todos será promulgada hoje, quarta-feira...

Saúde pública e a pandemia de COVID-19 no Brasil

Em  discussão  mais  recente  e  direcionada  as ações estatais, ...

Ministro japonês de 72 anos diz que idosos devem se ‘apressar e morrer’

O novo Gabinete de governo do Japão completou um...

para lembrar

Quanto a perseguição a Lula pesou no AVC de Dona Marisa Letícia? Por Nathali Macedo

Ler os comentários nas notícias dos grandes portais conservadores...

Sakamoto: “Trabalho escravo não é um desvio, mas uma ferramenta do sistema”

Jornalista lança obra em que analisa escravidão contemporânea Há 16...

Salvador registra 19 assassinatos no fim de semana

    O final de semana em Salvador foi...

EUA vão punir uso de internet para violação de direitos humanos

    O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, vai baixar...
spot_imgspot_img

Impacto do clima nas religiões de matriz africana é tema de evento de Geledés em Bonn  

Um importante debate foi instaurado no evento “Comunidades afrodescendentes: caminhos possíveis para enfrentar a crise climática”, promovido por Geledés -Instituto da Mulher Negra em...

Comissão da Saúde aprova PL de garantia de direitos à pacientes falciformes

A Comissão de Saúde da Câmara dos Deputados aprovou, na quarta-feira (5), o Projeto de Lei nº 1.301/2023, que reconhece a doença falciforme como...

Comissão Arns recebe Prêmio Eny Moreira de Direitos Humanos

A Comissão de Defesa dos Direitos Humanos D. Paulo Evaristo Arns – Comissão Arns recebeu, na tarde da última quarta-feira (05/06), o Prêmio Eny...
-+=