Juízes europeus poderão paralisar jogos em casos de racismo

Além de ratificar um plano de ação contra manipulação de resultados, a Uefa definiu nesta quinta-feira, em reunião em Sófia, na Bulgária, um novo passo contra o racismo. A entidade disse que os árbitros podem interromper definitivamente as partidas, caso haja algum incidente.

Na última semana, Prince Boateng, do Milan, esteve na Suíça como lutador contra o racismo, e a Associação Europeia de Clubes (ECA) e União dos Jogadores Profissionais (FIFPro) demonstraram suas posições, que foi reiterada pelo Conselho de Estratégia de Futebol Profissional (PFSC), e enfim, ratificada pela Uefa.

Ficou definido que em caso de um primeiro caso de racismo no jogo, o juiz vai fazer uma primeira paralisação para alertar o público. Se voltar a acontecer, a partida deve ser interrompida por tempo a ser determinado, e finalmente, abandonada.

– Muito países têm lutado de forma significativa e com sucesso, mas ainda há incidentes no continente. A resolução chama jogadores e técnicos, principalmente os mais influentes, para que falem, mesmo que sejam criticados por torcedores ou jogadores – diz o comunicado da PFSC.

Fonte: O Povo

+ sobre o tema

“Nos tempos do Imperador”: Globo afasta diretor acusado de racismo nos bastidores de novela

A Rede Globo afastou temporariamente dos trabalhos na emissora...

Jornalista alemão se veste de negro e descreve o racismo na Alemanha em filme

Fonte: ZumpTv-   O jornalista alemão Günter Wallraff...

Unicamp estuda aumentar bônus a alunos da rede pública

Por: Lecticia MaggiA Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) estuda...

para lembrar

Tem uma Charlottesville no Brasil todos os dias. Você é que não vê

Com o título “Racismo no Brasil é real, mas...

Redução da maioridade mostra incapacidade de proteção social

Reduzir a maioridade penal é reconhecer a incapacidade...

O nascimento do Sujeito Negro

Desde que eu posso me lembrar, sempre fui acompanhado...
spot_imgspot_img

Prisão de torcedores deveria servir de exemplo para o futebol brasileiro

A condenação de três torcedores racistas na Espanha demonstra que, apesar da demora, estamos avançando em termos de uma sociedade que quer viver livre...

Futuro da gestão escolar

A educação pública precisa de muitos parceiros para funcionar. É dever do Estado e da família, com colaboração da sociedade, promover a educação de todas as...

Educação para além dos muros da escola

Você pode fornecer escolas de qualidade para os mais pobres e, mesmo assim, talvez não veja a mudança na realidade do país que se...
-+=