Maternidade obrigatória, paternidade facultativa

Ainda hoje, muita gente insiste que não precisamos do feminismo, que a época de queimar sutiãs já se passou, que a mulher já conquistou tudo o que ela deveria conquistar. E dai eu te pergunto: cê jura?

Isabela Kanupp

O machismo está tão embutido em nós, que pequenas atitudes são consideradas normais e pasmem: até heroicas! Mas calma, é só machismo!

Essa matérias me chamou a atenção, em primeiro lugar porque eu sou mãe solteira ( ou separada, como vocês quiserem), eu trabalho, eu sou cuidadora do meu pai, cuido da Beatriz, da casa, tenho vida social e tudo o que uma pessoa normal faz. Eu conheço diversas mulheres e mães, que são sozinhas, que estudam, trabalham, cuidam da criança. Existem milhares de mulheres assim.

Nenhuma delas saí no G1. Nenhuma delas é destaque. Sabe porque?

Porque a nossa sociedade é machista. E uma mãe fazer tudo isso – que só de escrever me cansa – é considerado ” nada mais do que obrigação”, sabe porque? Porque ela é mulher. E para a nossa sociedade a responsabilidade de cuidar de uma criança, é somente da mulher.

Quando um homem assume essa responsabilidade – que já é dele – ele é considerado um herói, como disse nesse texto aqui sobre a supervalorização das pequenas coisas que os pais fazem.

Tudo o que esse rapaz  da matéria faz, não é nada além da obrigação dele, como pai. Ele não é herói. Ele não é guerreiro. Ele está passando o que milhares de mães passam todos os dias, e sabe o que é pior? Essas mães são chamadas de putas, somente por serem mães solteiras.

papai

Como a Luisa do blog Mamãe Neura disse: Na nossa sociedade machista, mãe solteira é puta e pai solteiro é herói.

O mais triste de tudo isso são os comentários no G1, chamando a mulher de vagabunda, dizendo que isso não é mãe, anulando totalmente o direito de escolha da mulher.

mae vagabunda

Essa cobrança não existe sobre os homens. O pai, que saí de casa seja pelo motivo que for e “esquece” de exercer a paternidade não é cobrado com tanto afinco, afinal ” homem é assim mesmo”.

Já a mulher, que pelo motivo que for, resolve deixar o filho com a família paterna, ou avós, ou seja lá quem for, é vista como o diabo na terra.

Mulheres são cobradas o tempo todo. Quem nunca ouviu ” cadê a mãe dessa criança?”, jamais perguntam cadê o pai. Porque a mãe socialmente é considerada a responsável pela criança, não somente por parir, alimentar, cuidar, educar. A mãe tem de ser onipresente. O pai? O pai “tudo bem” se ausentar.

A mesma situação, dois pesos.

Fica a reflexão, quem é mais prejudicado nessa situação?

E você tem certeza de que não precisamos mais do feminismo?

 
 
 
Fonte: Para Beatriz

+ sobre o tema

Uruguai: governo diz que número de abortos diminuiu após descriminalização

Segundo o governo, os dados preliminares apontam entre 300...

Nota da CNAIDS ao Ministro Alexandre Padilha

AoExmo. Sr.Alexandre PadilhaMinistro de Estado da Saúde - Ministério...

GO: ex-pastor é preso por estupro e cárcere privado da mulher por 6 anos

Um ex-pastor evangélico de 45 anos foi preso na...

Carta Aberta contra a chamada para a II Conferência Municipal de Promoção da Igualdade Racial

Vimos manifestar publicamente à sociedade curitibana, assim como ao...

para lembrar

Sessão extraordinária na Câmara vai colocar em votação 7 projetos de Marielle

Na próxima quarta-feira (2) será realizada uma sessão extraordinária...

Mulheres ainda se dividem entre a casa e o trabalho, aponta o IBGE

Mesmo cada vez mais inseridas no mercado de trabalho,...

#GeledésnoDebate: “Não houve respaldo legal para a esterilização de Janaína”

#SomostodasJanaína# Por Kátia Mello Janaína Aparecida Quirino, 36 anos, moradora em...

Mulheres agredidas por PM serão indenizadas no Rio

Ele as xingou, atacou com cabo de vassoura e...
spot_imgspot_img

O atraso do atraso

A semana apenas começava, quando a boa-nova vinda do outro lado do Atlântico se espalhou. A França, em votação maiúscula no Parlamento (780 votos em...

Homens ganhavam, em 2021, 16,3% a mais que mulheres, diz pesquisa

Os homens eram maioria entre os empregados por empresas e também tinham uma média salarial 16,3% maior que as mulheres em 2021, indica a...

Escolhas desiguais e o papel dos modelos sociais

Modelos femininos em áreas dominadas por homens afetam as escolhas das mulheres? Um estudo realizado em uma universidade americana procurou fornecer suporte empírico para...
-+=