quarta-feira, setembro 28, 2022
InícioEm PautaMenino de 12 anos detona Romney e ganha destaque na imprensa

Menino de 12 anos detona Romney e ganha destaque na imprensa

Garoto assistia com a mãe ao noticiário político e decidiu enviar carta ao candidato

 

O pequeno Jackson Ripley, de 12 anos, na semana passada decidiu criticar o candidato à Presidência dos EUA Mitt Romney e escreveu uma carta para ele. No texto, o jovem cidadão diz que “os planos domésticos” do republicano “são horríveis”. As críticas circularam por todos os Estados Unidos e ganharam destaque na mídia local pela sinceridade das palavras.

Ripley confirmou, mais uma vez, que as crianças são sempre sinceras, ele não poupou palavras para expressar sua indignação em relação às propostas do rival de Barack Obama, atual presidente e candidato a reeleição, na corrida pela Casa Branca.

O menino estava ao lado da mãe quando assistia a um noticiário político que debatia o polêmico sistema de saúde defendido por Obama e severamente rechaçado pelo republicano; foi nesta ocasião que espontaneamente decidiu não ficar calado. Assim, ele tomou a iniciativa, escreveu e enviou a carta com suas críticas a Romney.

Logo no início do texto, Ripley diz que o ex-governador de Massachusetts não deveria deixar o Estado de origem para concorrer à Presidência na capital e que seu plano de governo não é o que os EUA precisam, e irá atrapalhar mais do que ajudar o país.

O menino também fez críticas ao posicionamento do republicano em relação à união homossexual e aborto – temas que o candidato é contra –, dizendo que suas propostas são “horríveis”. Ele completou o tema dizendo que as mulheres devem ter o direito individual de decidir sobre a própria saúde, bem como, que todos são livres para escolher com quem casar.

De acordo com o site de notícias norte-americano Huffington Post, Ripley assistiu de perto a luta da irmã, Kennedy de 7 anos, contra uma leucemia quando ela tinha apenas quatro semanas de vida, o que o sensibilizou para as dificuldades com o sistema de saúde do país.

O próprio menino afirmou que sua motivação para a iniciativa foi sua frustração. Ele não consegue entender as pessoas que apoiam cegamente Romney e quis chamar a atenção delas. Para o jovem, a crítica do republicano ao novo sistema de saúde de Obama é uma injustiça com famílias como a dele que não possuem dinheiro para pagar todos os tratamentos médicos e precisam de ajuda do Estado.

As eleições gerais norte-americanas ocorrem no dia 6 de novembro. As pesquisas mais recentes apontam um forte favoritismo para o candidato democrata e atual presidente, Barack Obama.

Recentemente, vídeos de encontros reservados de Romney que expuseram sua intimidade foram divulgados e pioraram a imagem do republicano. Nas imagens, o candidato diz que os apoiadores do seu adversário são pessoas vitimadas e excessivamente dependentes do governo.

 

 

Fonte: R7

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench