Ministério da Justiça irá disponibilizar informações de pessoas desaparecidas no País pela Internet

Dados poderão ser visualizados por cidadãos que baixarem o aplicativo

A Rede INFOSEG passará a disponibilizar, ainda este ano, informações de pessoas desaparecidas no aplicativo Sinesp Cidadão, o qual permite acesso direto pelo cidadão aos serviços da Secretaria Nacional de Segurança Pública, do Ministério da Justiça, como já ocorre com o banco de dados de veículos furtados ou roubados e com os mandados de prisão expedidos em todo o País. Em breve, o Ministério da Justiça irá veicular um passo-a-passo sobre como utilizar mais essa ferramenta.

O novo módulo do aplicativo disponibilizará informações e fotos de desaparecidos que poderão ser consultados por mais de 2,5 milhões de usuários que já baixaram o aplicativo para outros fins disponível nas plataformas Androis, iOS e WindowsPhone.

A expectativa de apoiar de forma efetiva a localização de pessoas desaparecidas possui base nos números positivos de recuperação de veículos roubados e prisão de foragidos da justiça que já estão disponíveis para consulta desde dezembro de 2013 e abril de 2014, respectivamente, e na quantidade de downloads e usuários que cresce a cada dia.

Contando com a participação de mais de 2,5 milhões de usuários, e lançado em dezembro de 2013, o aplicativo já alcançou 100 milhões de consultas nas bases integradas de veículos roubados e foragidos da justiça. O resultado  foi a recuperação de mais de 87 mil veículos roubados ou furtados e a prisão de 4.400 foragidos da Justiça.

A Rede INFOSEG também passou a disponibilizar consultas de pessoas desaparecidas de 190 países através do módulo INTERPOL. A Rede INFOSEG já realizava a consulta a difusão vermelha (foragidos da justiça de 190 países) e com acesso a base de desaparecidos passará a disponibilizar também a difusão amarela.

A iniciativa partiu da Secretaria Nacional de Segurança Nacional -SENASP e foi compartilhada em uma das várias reuniões que estão ocorrendo, na sede do CNMP, para  a implementação do SINALID, Sistema Nacional de Localização e Identificação de Desaparecidos, que visa à integração de atividades e de informações entre as unidades do Ministério Público Brasileiro, a fim de potencializar a efetividade da atuação do MP e que tem como foco casos que envolvam pessoas desaparecidas, submetidas ao tráfico de seres humanos, mortes não identificadas e outros casos relacionados.

Na ocasião, a coordenadora do Programa de Identificação e Localização (PLID-MP-SP), Eliana Vendramini, representou o Ministério Público de São Paulo.

De acordo com informações do site do Conselho Nacional do Ministério Público, em breve estará disponível, por meio da página do CNMP, a possibilidade de consultar o banco de dados nacional do Sinalid, permitindo ainda ao cidadão enviar para todas as unidades do MP notícias e documentos envolvendo o tema do desaparecidos e tráfico de pessoas no país.

Conheça o Sinesp Cidadão:

O Sinesp Cidadão é composto por dois módulos: Consulta Veículos: permite ao cidadão consultar a situação de roubo ou furto de qualquer veículo do Brasil. As informações são consultadas diretamente no banco de dados do Departamento Nacional de Trânsito (DENATRAN), conforme parceria entre este órgão e o Ministério da Justiça e Consulta Mandado de Prisão: assegura o direito ao cidadão de consultar os mandados de prisão aguardando cumprimento e vigentes, com a finalidade de auxiliar a polícia. As informações são consultadas no Banco Nacional de Mandados de Prisão (BNMP) do CNJ, graças à parceria entre este órgão e o Ministério da Justiça.

O que é a Rede INFOSEG:

Atualmente a REDE INFOSEG já conta com mais de 152 mil usuários de 460 órgãos federais e estaduais que acessam via Internet, além de convênio com todos os Estados e o Distrito Federal e 132 prefeituras, cadastrados por gestores e coordenadores designados por cada órgão que necessite consultar essas informações para a produção de seus trabalhos de investigação, fiscalização e produção do conhecimento.

A Rede INFOSEG (Informações de Segurança) disponibiliza e integra as informações de inquéritos policiais e processos criminais, por meio dos Cadastros Nacionais e Estaduais de Informações Criminais, de Mandados de Prisão, de Armas de Fogo da Polícia Federal e de Veículos Furtados e Roubados, entre todos os Estados da nação e órgãos federais, por intermédio de uma rede de informações operando em nível nacional.

 

*Com informações do site da Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP)

*Com informações do site do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP)

 

 

 

 

Fonte: MPSP

+ sobre o tema

Pressão indígena faz Odebrecht desistir de hidrelétrica no Peru

A pressão de comunidades indígenas levou a construtora brasileira...

Medo vira pretexto para destituir a liberdade e criminalizar pobres

Para advogado, "a violência do Estado é necessária para...

Racismo e direito penal: Análise de uma relação fabricada

1 INTRODUÇÃO O sistema penal tem como objetivo declarado o...

para lembrar

PNUD e SEBRAE promovem negócios inclusivos e sociais com a iniciativa Incluir 2017

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD)...

A nudez por trás do jaleco – por Eliane Brum

O que as agressões contra os médicos cubanos revelam...

Hoje na História, 10 de Dezembro, dia dos Direitos Humanos

por Navi Pillay "Milhões de pessoas têm ido às...
spot_imgspot_img

NOTA PÚBLICA | Em repúdio ao PL 1904/24, ao equiparar aborto a homicídio

A Comissão de Defesa dos Direitos Humanos Dom Paulo Evaristo Arns – Comissão Arns vem a público manifestar a sua profunda indignação com a...

Nota pública do CONANDA contrária ao Projeto de Lei 1904/2024

O Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente – CONANDA, instância máxima de formulação, deliberação e controle das polícas públicas para a...

Marcelo Paixão, economista e painelista de Geledés, é entrevistado pelo Valor

Nesta segunda-feira, 10, o jornal Valor Econômico, em seu caderno especial G-20, publicou entrevista com Marcelo Paixão, economista e professor doutor da Universidade do...
-+=