Museu Afro Brasil: Fórum – Uma Visão Comparada das Atuais Relações Raciais nos EUA e Brasil

Museu Afro Brasil: Fórum sobre relações étnico-raciais destaca a comemoração do Mês da História do Negro Americano

Evento: Fórum “Uma Visão Comparada das Atuais Relações Raciais nos EUA e Brasil”

Data: 24 de fevereiro, das 14 às 17 horas

Local: Museu Afro Brasil – Auditório Ruth de Souza

Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral, s/n – Parque Ibirapuera

Inscrição: Gratuíta

Informações: (11) 5579-0593

 

São Paulo – O Museu Afro Brasil em parceria com o Consulado Geral dos Estados Unidos promove no próximo dia 24 de fevereiro, das 14 às 17 horas, o Fórum Uma Visão Comparada das Atuais Relações Raciais nos EUA e Brasil. O evento destaca as comemorações do Black History Month (Mês da História do Negro Americano), que todo mês de fevereiro mobiliza a comunidade afro-americana. O evento reunirá especialistas convidados dos dois países para compartilhar experiências e discutir sobre o tema. O Cônsul Geral, Thomas White e o Diretor-Curador do Museu Afro Brasil, Emanoel Araujo falarão na abertura do evento.

O painel de discussão contará com as participações de seis convidados: Dr. David Brooks,  Cônsul Político – Professor de História; Dr. Calvin Watlington,  Cônsul Administrativo – Advogado; Deneyse A Kirkpatrick, Vice-Cônsul-   Mestre em Administração de Negocios da Universidade de Howard e Mestre em Administração da Universidade de Georgetown; Prof. Luiz Carlos dos Santos, Sociólogo e Pesquisador de Relações Raciais no Brasil; e Jackline Romio, pesquisadora USP/UFBA. A mediação será da Dra. Ligia Ferreira, presidente do Conselho do Museu Afro Brasil.

No encerramento do evento os participantes farão uma visita orientada à Exposição “Eu Tenho um Sonho: De King a Obama – A Saga Negra do Norte”, aberta em novembro de 2009.

O evento é dirigido aos funcionários do Consulado Geral dos Estados Unidos, estudantes da USP  e de outras instituições  e interessados nas questões raciais no Brasil.

 

Mês da História do Negro Americano – Todo mês de fevereiro é  dedicado à História do Negro Americano. Nos EUA são rendidas homenagens às lutas e triunfos de milhões de cidadãos americanos diante dos mais difíceis obstáculos, como a escravidão, o preconceito, a pobreza, bem como às suas contribuições à vida cultural e política da nação.

O Mês da História do Negro Americano foi uma  inspiração de Carter G. Woodson,  acadêmico e historiador notável,  que instituiu a Semana da História do Negro em 1926. Ele escolheu a segunda semana de fevereiro por coincidir com o aniversário do presidente Abraham Lincoln e do abolicionista Frederick Douglass.

De acordo com o censo, há mais de 41 milhões de habitantes negros nos Estados Unidos, incluindo os de mais de uma raça. Eles formam 13.5 por cento da população total norte-americana.

 

 

Serviço:

Museu Afro Brasil – Organização Social de Cultura
Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral, s/n – Parque Ibirapuera – Portão 10
Funcionamento: de terça a domingo – das 10 às 17 horas (permanência até às 18 horas)
Estacionamento: Portão 3 – Parque Ibirapuera (Zona Azul)
Entrada: Grátis
Informações: (11) 5579-0593

+ sobre o tema

Saiba quem são os deputados que propuseram o PL da Gravidez Infantil  

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (12), a...

Com PL do aborto, instituições temem mais casos de gravidez em meninas

Entre 1º de janeiro e 13 de maio deste...

‘Criança não é mãe’: manifestantes em todo o Brasil protestam contra PL da Gravidez Infantil

Diversas cidades do país receberam na noite desta quinta-feira...

para lembrar

Back to Black: Depois de Troy Davis, quem?

Logo que Troy Davis foi executado, já se podia...

Boataria do Bolsa Família foi orquestrada, criminosa e via telemarketing

Desde o começo da semana que a empresa...

Mauro Santayana: a cúpula do Brics e o boicote da mídia ocidental

  A cada ano, quando chega a época...

Ginecologista é acusado de abusar de pacientes em SP

Taubaté, SP - O médico ginecologista Hélcio Andrade, acusado...

É sórdido condenar vítima de estupro por aborto

É sórdido e apequena a política o Projeto de Lei que ameaça condenar por homicídio meninas, jovens e mulheres que interromperem gestações, ainda que...

Geledés repudia decisão da Câmara sobre aborto

Geledés – Instituto da Mulher Negra vem a público manifestar sua indignação e repúdio à decisão da Câmara dos Deputados, aprovada nesta terça-feira, 12,...

Mulheres vão às ruas contra PL que equipara aborto a homicídio; confira locais dos atos

Mulheres vão às ruas de diversas partes do país em protesto contra o avanço, na Câmara dos Deputados, do projeto de lei que equipara...
-+=